Ueba^^

Uêba - Os Melhores LinksUm mundo de conteúdoEstá no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!Tedioso: Os melhores links

quinta-feira, abril 10

Ruínas do hospital Keishin

Fonte Fonte Fonte


Cupinchas! Riso For'
Compartilho esta exploração realizada ao hospital abandonado Keishin, localizado na cidade de Atsugi (que este que vos escreve, rusmea.com, morou por alguns anos Riso For ), província de Kanagawa, Japão Riso For

Riso For O lugar teria sido palco do suicídio do diretor e seu espírito supostamente vagava pelos corredores vazios do hospital abandonado...
Devido a erros médicos em procedimentos cirúrgicos, muitos pacientes teriam perdido a vida e seus espíritos, rondariam o lugar murmurando exclamações de dor...
Segundo rumores, uma paciente ainda muito jovem, teria se suicidado saltando do prédio e o seu espírito teria sido constantemente avistado, olhando para baixo, de uma janela do quarto andar do hospital...Riso For 


OK! Deixando esses rumores fantasmagóricos de lado Riso For o que compartilho hoje é apenas mais uma das clássicas explorações a lugares abandonados apresentadas aqui no rusmea.com, onde um "ruineiro" explora o depredado hospital mais pelo registro fotográfico, do que em busca de manifestações espirituais, portanto relax cupinchas! Riso For 

Segue adaptação:

Esse hospital foi inaugurado em 1979 no endereço 535 em Yamagiwa, cidade de Atsugi, província de Kanagawa e teve suas atividades encerradas em 1987. Alguns anos mais tarde, o hospital voltou a funcionar com outro nome, para ser novamente fechado em 1993. Em 1995, o hospital foi rebatizado de Keishin voltando as suas atividades para, ainda mais uma vez, ter as suas atividades paralisadas e ser definitivamente abandonado em 1997.

"Eu havia programado um exploração ao local várias vezes e sempre era impedido por algum empecilho. Desde a primeira tentativa, já havia passado um ano, até que em uma manhã de domingo, finalmente tomei a rodovia e me dirigi ao hospital abandonado. O lugar está ainda mais deteriorado do que eu havia visto em outros sites de explorações urbanas. Quase não restam mais vidros nas janelas e senti um certo arrependimento por não ter vindo antes.
A fachada do prédio fica de frente para um rodovia movimentada, mas há um grande terreno com árvores e vegetação na parte dos fundos, me facilitando muito o acesso ao interior do hospital. 
Apesar de que haviam pessoas passeando pela área e me olharam de soslaio...
As janelas aparecem negras nas imagens devido a falta de vidros. 
A escuridão parece sugar a luz...
Adentrei o prédio pelos fundos sem problemas.
Destruição, pichações...O estado é deplorável...
O lugar é bastante silencioso e este corredor, possui uma atmosfera um tanto tenebrosa...
Eu avanço pelo corredor escuro e...
...De cara, já topo com o necrotério.
Suei frio...Pois não estava preparado.
Do lado há uma sala comum e imagino que os funcionários tampouco apreciavam este local.
Eu trabalhei por um tempo informalmente em um hospital universitário e do lado da morgue, havia uma sala de computadores onde fazíamos os nossos intervalos...
Eu sinto medo, mas não posso deixar de registrar o local.
Mesmo aqui há pichações e depredação...Até o condicionador de ar foi arrancado da parede.
Talvez, a pessoa que tenha feito isso seja um verdadeiro animal, pois ainda foi capaz de usar o altar como degrau, faltando com respeito aos mortos. Sem dúvida será castigado pelos céus. (De certo modo, eu também estaria cometendo sacrilégio ao tomar fotos?)
Do lado do necrotério há uma sala de raios-x e mais uma saleta.
Avancei pelo corredor e saí do prédio por um momento.
Ao que parece, saí pela porta por onde os defuntos eram removidos para então, serem transportados à casas funerárias.
Olhando para cima, noto que não há um só vidro intacto nas janelas... 

Com 7 andares, o prédio é mais ou menos grande.
Eu achei que é até pequeno.
Talvez por eu estar acostumado com grandes hospitais universitários.
Nesta exploração eu estava usando uma câmera digital bem popular de 35 mega píxeis e por isso, precisava me afastar bastante para poder englobar todo o cenário. Nesse momento eu desejei ter uma câmera melhor.
Ao olhar por uma janela, pude ver que aqui era a ala odontológica do hospital.
Assim que novamente eu adentro o local.
Bastante bagunçada, esta sala possuía muitos equipamentos médicos até pouco tempo atrás.
Um verdadeiro tesouro de instrumentos cuja maioria, foi removida pela prefeitura de Atsugi e o restante, foi deixado abandonado como podem ver.
Eu venho de uma grande metrópole e para mim, é algo inacreditável que exista um lugar abandonado como este.

Este centro odontológico está em um prédio separado da construção principal.
Será que foi construído depois?

A entrada do hospital. 
Coberta por um incrível manto de vegetação.


Na época que o hospital funcionava, as árvores eram pequenas e graciosas, mas agora estão desse tamanho.
Logo após passar a entrada.
Eu já havia ouvido histórias sobre o lugar, mas jamais imaginei que estivesse tão pichado. 
Parece que aqui era a recepção.
Este é o estado do interior da sala de exames.
Nos limites da sujeira e da capacidade do ser humano em vandalizar.
Não faço ideia de onde ficava o atendimento clínico, mas parece que no andar de cima se encontra a ala de pediatria e é pra lá que eu me dirijo.
Aqui seria a ala pediátrica?
Em frente da sala de exames, há uma sala de raios-x.
As válvulas na parede parecem olhos...
No passado, o segundo andar estava bloqueado e por isso, estava muito bem conservado, porém, ao não manterem uma vigilância constante no lugar, era só uma questão de tempo para ficar desse jeito. 
A porta corta-fogo que estava soldada, foi arrancada por algum grupo de jovens que fizeram do lugar um point de vandalismo. 
No entanto...Algumas das pichações possuem frases peculiares muito engraçadas e me peguei soltando gargalhadas sozinho pelos corredores...Algo típico de alguém pra lá de suspeito... (Cupinchas! Riso For  Imaginem a risada de um maluco desses, ecoando por esses corredores! Riso For Eu jogava um tijolo no peito desse cara e correria por 3 dias e 3 noites sem olhar pra trás!!! Riso For rusmea.com)
Restam apenas móveis descartados. 
Antigamente haviam registros médicos e vários tipos de remédios. 
Após o lugar ficar exposto a qualquer um que quisesse adentrar, grande parte desse material foi saqueado.
Olhando para o meu próprio passado, quando eu era um garoto, visitei lugares abandonados com os amigos, onde quebrei vidros e abri buracos nas paredes...
Me auto-avaliando agora, vejo que não fazia como expressão própria, mas sim, era movido pela vontade de surpreender os meus companheiros...
Após nos formarmos, nunca mais fizemos qualquer coisa parecida. 
Essas pichações foram feitas por jovens enquanto se divertiam em grupo, ou seja, que sozinhos, não são capazes de fazer coisa alguma...
Em um dos quartos, há uma mesa para exames ginecológicos. 
Imagino que a tenham transportado de outro lugar.
No lado oeste do segundo andar, está a atração deste lugar abandonado: a sala de cirurgias. 
A escuridão é total, pois não há janelas e realmente, o ar é extremamente pesado aqui...
É uma sala bem ampla que possuía 2 mesas de cirurgia.
Sem dúvida alguém pereceu sob essas lâmpadas, durante alguma operação... 
Eu nunca senti a presença de espíritos, mas não sei porquê, aqui eu senti uma pressão silenciosa sobre mim. 
Talvez por isso não haja pichações nesta sala e a propósito, logo abaixo desta sala se encontra o necrotério...
Não se trata de crer ou não em Feng Shui mas...A posição dos quartos deste hospital são péssimas...
Por mais que seja uma manhã quente, úmida e abafada de verão, não há vidros nas janelas e nos andares superiores, o vento sopra forte, refrescando o ambiente.
O modelo de construção é idêntico do terceiro andar para cima, entretanto eu deveria ter explorado todos os quartos e salas mesmo assim, já que eu estava lá...
Hoje eu me arrependo de não ter feito isso...
O hospital está do costado da rodovia 129 e rodeado por uma grande zona urbana, mas reparando na posição, o prédio está quase no meio das entradas e saídas da rodovia.
Especificamente, se encontra ante o sentido reverso dessa via expressa, recebendo o fluxo de veículos apenas por um lado. 
Se o terreno deste hospital alcançasse até a interseção que fica logo ali, facilitaria muito o acesso de veículos...
A ordem das coisas parece estar sobre uma fina camada de gelo que pode se quebrar a qualquer momento...
Desci até o andar térreo. 
Esta é a sala de aquecimento d'água do hospital.
Aqui era a cozinha. 
Em frente está a morgue. 
Vida e morte estão misturadas neste hospital...
Quando eu estava editando esta publicação, notei que deixei de fotografar muitos locais.
Assim que tratarei de visitar novamente o hospital Keishin em uma outra oportunidade."
Segundo uma outra fonte, após uma intensa negociação da prefeitura de Atsugi com um grupo religioso, proprietário do imóvel, e sob a negativa desse grupo em abrir mão do hospital, finalmente o governo confiscou o prédio por falta de pagamento de impostos e o demoliu em 2010.
O terreno agora baldio, está em vias de se tornar uma praça pública.

Abrax

Assinatura: Não vá embora ainda!Passe na página inicial AQUI e confira outros posts!
Os emoticons espalhados pelo blog são sonoros, clique neles mas cuidado com o volume!
Lista de todos os Smyles sonoros AQUI

2 comentários:

Cirurgia Brasilia disse...

Nossa, os vândalos não economizaram na falta de escrúpulos. O abandono é horrível. Mas o vandalismo consegue ser ainda pior.

Rus mea disse...


Vândalo é pior que erva daninha...Tem em todo lugar...

Abrax