Ueba^^

Uêba - Os Melhores LinksUm mundo de conteúdoEstá no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!Tedioso: Os melhores links

sexta-feira, setembro 13

Ruínas do laboratório de odontologia-N

Fonte 


Cufinchas!   
Na falta de amfulatórios afandonados...(Mentira! Riso For Achei mais um amfulatório que logo eu trago pra gente conferir Riso 

For ) Comfartilho com vocês este laforatório/emfresa que atuava na área de odontologia 
Este fost coincide com a visita que acafei de fazer ao dentista! (Estou com os  feiços inchado fela anestesia )

(Sem fantasmas desdentados! )

Segue adaptação:
"Anteriormente eu havia feito um post utilizando as imagens capturadas com o meu celular...Decidi voltar ao lugar e refazer a publicação, apresentando todas as fotos registradas. O lugar abandonado de hoje está localizado na província de Shiga, Japão e se trata de um prédio que abrigou um laboratório odontológico. Também funcionou como uma empresa que produzia dentaduras e próteses dentárias de platina.

Esta é a entrada do prédio, mas não posso invadir por aqui...
Eu entro pela porta dos fundos.
No passado, as portas não estavam destrancadas como agora.
Bem nos fundos do prédio, existem vários dormitórios para os funcionários.
Há mesinhas nesses dormitórios.
Há também, um quarto de banhos.
Provavelmente era utilizado pelos funcionários que ficavam até tarde na empresa.
O lavatório...
É um tanto escuro...
A banheira.
Esta área pertence a parte da entrada do prédio.
A sala de reuniões se encontra logo ao lado da entrada.
Não há mesas nem cadeiras...
Resta apenas um quadro negro que transmite a autenticidade de um importante lugar de negócios.
Bagunça...
Quando visitei o lugar em 2005, esse piano já se encontrava nessa posição.
Nesta sala se reuniam os figurões para decidirem condições, requerimentos e formalidades.
Hoje é apenas um foco de vandalismos...
Logo ao lado está a sala de treinamentos.
Esta é a vista interna do local.
Em cima das mesas há uma grande quantidade do que parecem ser cabos de luz.
No interior da sala, descansa uma Honda Cub (A equivalente dessa moto no Brasil, é a moderna Honda Biz 100 Riso For rusmea.com) Desmontando e dando uma geral no motor, com certeza dá para revivê-la.
A parte de trás da moto está um pouco destruída...
No piso há um tanque de ar comprimido.
Me dirijo ao segundo andar.
O segundo andar era um local de trabalho.
O livro de fotografias dentárias, caído no piso, parece mostrar que aqui foi um laboratório odontológico.
Se nota que aqui era uma pequena/média empresa, mas que empregava muitas pessoas.
O conteúdo de uma gaveta aberta.
Com certeza trabalhavam muitos engenheiros especialistas da área odontológica aqui.
Agora se ouve apenas os ruídos dos carros lá fora e aqui dentro, reina o silêncio, diferente do tempo em que os trabalhadores se reuniam nesta sala e faziam barulho com suas politrizes e ferramentas...
O calendário propositalmente rasgado, marca o ano de 1990.
Da outra vez em que estive aqui, as condições de conservação do lugar, não demonstravam ser uma empresa que funcionou muito antes de eu nascer...
Para onde foram e o que fazem agora os engenheiros que trabalharam aqui?
Vou dar uma vasculhada nas mesas desses especialistas.
O livro leva a palavra Lion, impressa na capa. 
Sem a menor dúvida se trata da empresa fabricante de dentifríciosLion do Japão.
Dentro desta caixa restam alguns recipientes de remédios.
Nas caixinhas vermelhas há dentes postiços, mas não sei se são maquetes ou se realmente utilizavam isso na boca de pacientes...
Porém, há um monte desses dentes brancos espalhados por todo este local de trabalho.
Aqui também eram produzidas perfis dentários feitos de gesso.
Eu cheguei a ver modelos parecidos no dentista, mas como será hoje em dia?
Pois faz anos que não visito um consultório odontológico...
Com essa politriz de bancada, os dentes eram processados um por um.
Imagino que coisas assim eram feitas por encomenda.
Ou seja, era uma empresa com alta capacidade tecnológica para a época e mesmo assim não teria obtido lucros o suficiente pra manter o négocio...
Foi mais uma 'vítima' da explosão da bolha econômica...
Se este laboratório tivesse 'sobrevivido' como será que estaria nos dias atuais?
A decadência é marcante, porém muito mais que isso, a destruição por mãos humanas é ainda mais evidente...
Tempron um produto químico...
Quantos destroços...
Mas apesar da bagunça, ainda resta o formato de como era esse trabalho naquele tempo.
As luminárias fluorescentes penduradas criam a deliciosa atmosfera de trabalho.
A sala de abastecimento de água, também está bastante bagunçada.
Quando visitei este lugar em 2005, aquele recipiente sobre o fogão continha café solúvel...
O que fizeram para este aquecedor d'água ficar desse jeito?
O segundo andar foi projetado para a luz natural iluminar com mais facilidade o interior. 
Como se tratava de um trabalho manual de bastante precisão, a luz era imprescindível e por esse motivo o edifício foi projetado com essas características.
Ao mesmo tempo em que de fora, é bem difícil de se avistar o que acontece aqui dentro.
A atração destas ruínas são estas mesas de trabalho.
Aqui se vê objetos muito particulares que não se encontram em outros lugares abandonados.
Zoom do conteúdo da caixa azul da imagem anterior. 
A cor deste material é muito parecida com a de gengivas...
Devem ser os restos de alguma criação do tipo...(Isso mesmo manolo Riso For Penso que são pedaços de cera para moldagem e confecção de modelos dentários Riso For rusmea.com)
Qual seria a utilidade dessa máquina? 
Um termômetro quebrado. 
Particularmente, eu acho que acertaram em cheio no design, não é mesmo?
Porém, estão faltando diversos itens que antes estavam aqui...
Teriam sido destruídos pelo tempo? 
Levados embora pelos proprietários? 
Acho que a hipótese mais plausível para o sumiço dos objetos daqui foi por roubo mesmo...
A engenharia utilizada aqui, com certeza já foi superada por outras empresas e laboratórios do gênero na atualidade, mas ainda assim, as ferramentas e o trabalho realizado naquele tempo são suficientes para nos impressionar.
Nesta parte da sala, os vidros estão estilhaçados, mas as mesas estão praticamente intactas.
A combinação das destruições humana e temporal...
...Dão um aspecto próprio a esta ruína. 
Um arquivo daquele tempo...
...E produtos químicos.
Há vários objetos aqui, mas decido me dirijir à sala ao lado.
A sala tem uma plaquinha com a inscrição de 'Jateamento abrasivo'.
Nesta sala, os produtos eram jateados e polidos.
Na sala ao lado desta, está o refeitório da empresa.
Apenas esta sala está vagamente organizada...
Ao que parece, jovens se 'empoçam' aqui...O local se tornou um point de encontros e é possível que em um sábado qualquer, se encontre com quem escreveu o recado abaixo...
(Regras:
-Não bagunçar a sala
-Não levar os objetos embora
-O lixo na lixeira
-Trancar tudo antes de ir embora
-Proibida a entrada com sapatos!
-Proibida a entrada de quem não seja inteligente/talentoso!
-Para se 'empoçar', se reunir, que seja no sábado><
Os moleques se adonaram do lugar LOLRiso For rusmea.com)
Esses doces e lixos aqui deixados, com certeza são dessa molecada que se reúne aqui...
O conteúdo é relativamente recente e há até batatas fritas dentro do prazo de validade...
Um armário colocado na sala do refeitório está cheio de coisas desses jovens. 
Tomei esta foto em um ângulo que não mostre os seus pertences...
A prateleira de louças está intocada e penso que os pratos foram deixados assim, desde o tempo em que o lugar foi abandonado.
O refeitório é bastante amplo, devido a que esses jovens mudaram as coisas de lugar ao seu bel-prazer.
A diferença é gritante comparando com a visita anterior...
Rumo ao terceiro andar.
Esta é a sala para visitantes. 
Quando vim aqui em 2005, o lugar parecia em atividade de tão limpo e deslumbrante que estava, lamentavelmente não tenho como mostrar a fotografia em filme que tenho aqui, assim que lhes mostro esta tomada em 2008:
E a foto de agora em 2012...
Está faltando algo...
Isso mesmo, o sofá.
O sofá foi levado para o refeitório no segundo andar e está sendo utilizado pela molecada. 
Mas ainda resta uma poltrona aqui.
Originalmente, este quadro estava pendurado em uma parede desta sala, agora jaz caído ao piso, com o vidro da moldura quebrado pelo impacto. 
Surpreendentemente, a pintura não foi afetada pela queda.
Saí da sala e percebo que este andar era utilizado para organizar, receber e enviar encomendas, ou seja, aqui era uma espécie de escritório.
Aqui também era uma sala com abastecimento de água, praticamente uma cozinha.
Arquivos da época estão espalhados por todos os lados.
O armário de arquivos está com o vidro destroçado, aliás, por quase toda a parte interna do prédio, tudo que era de vidro está em pedaços. 
Da parte externa, restam apenas as janelas, que só não foram apedrejadas por vândalos, pelo receio de serem denunciados à polícia pela vizinhança...
O piso está repleto de estilhaços de vidro e copos quebrados.
Tenho a impressão de que esta sala possuía mais coisas...
Estava repleta de caixas de papelão...
Tanques de oxigênio e gás argônio (Geralmente utilizados em soldas. NDT. rusmea.com)
Lá fora, o panorama vai mudando conforme os dias passam...
Aqui dentro também em um ritmo diferente...
As ruínas deste prédio são daquelas em que desejamos que nunca terminem, no entanto, é preocupante as mudanças que aconteceram aqui dentro nos últimos anos.
Aqui termino esta exploração.
No pátio da propriedade, encontro um pequeno santuário de Inari (Nota Rusvalínica: Riso For Inari é a deidade Japonesa da fertilidade, do arroz, da agricultura, das raposas, da indústria e sucesso em geral. Geralmente é descrita como uma divindade masculina, feminina ou andrógina e às vezes representada como um conjunto de 3 ou 5 divindades. Esta deidade é popular tanto na religião xintoísta como budista. As raposas de Inari, ou kitsune, são de puríssima cor branca e agem como seus mensageiros. Riso For rusmea.com)
Parece que a vizinhança ainda traz oferendas ao lugar.
A parte externa do prédio ainda continua bela.
Se reformassem a parte interna, com certeza se poderia utilizar o prédio sem problemas, já que a construção parece ser bastante resistente."

Ótimo fds cufinchas! 

Abrax^^

Assinatura: Não vá embora ainda!Passe na página inicial AQUI e confira outros posts!
Os emoticons espalhados pelo blog são sonoros, clique neles mas cuidado com o volume!
Lista de todos os Smyles sonoros AQUI

6 comentários:

Caio Bov disse...

Cara, fosse aqui no Brasil teria virado uma favela vertical no dia seguinte ao abandono.

Rusmea R. M. disse...


Um lugar desses com moto e motores dando sopa?
Sem a menor dúvida Caio^^

kkkkkkkk^^

Abrax^^

Silvio OMR disse...

Acho lindo e intrigante esses lugares, sem duvida essa é a serie de postagens do Rusmea que eu mais gosto .

E essa bagunça não me assusta , e sim aquele consultório limpinho e bonito , com AQUELE BENDITO MOTORZINHO AAARRRRGGGGGHHHHH

Rusmea R. M. disse...


Falou e disse!OO'

Hoje aquele motorzinho fez miséria no meu dente! :P

Só anestesiado mesmo!¬¬

Abrax^^

Predador Design disse...

Muitos equipamentos ali parecem serem caros e podem até voltar a serem utilizados... provavelmente alguns moleques tem ido lá aos sábados, mas pelo estado do lugar duvido que sejam vândalos... se fosse aqui no Brasil... hauhauahuahauau não tinha nem mais prédio...

Rusmea R. M. disse...


Parece que é meio comum a atração entre lugares abandonados e grupos de jovens^^'

Mas é mesmo uma lástima "jogarem fora" um prédio desses...

Abrax^^