Ueba^^

Uêba - Os Melhores LinksUm mundo de conteúdoEstá no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!Tedioso: Os melhores links

segunda-feira, setembro 30

A compilação dos monstros de Yoshitoshi - parte 2

Fonte Fonte Fonte Help


Cupinchas! Riso For 
Compartilho a segunda parte da "compilação dos 36 monstros em novo formato" de Yoshitoshi Tsukioka Riso For

Primeira parte
Segunda parte
Terceira parte

Devido a extensão do material, me vejo forçado a apresentá-lo por partes, o que infelizmente, diminui drasticamente a potência desta preciosa compilação artística...
Riso For 
Segue adaptação:

"O início desse trabalho, se deu no ano de 1889 e terminou em 1892. Durante esse tempo, Yoshitoshi que padecia de uma doença psicológica, teve várias colapsos nervosos e sua obra só foi concluída após a sua morte, no qual, os últimos desenhos foram finalizados por seus discípulos com base nos esboços deixados.


Yoshitoshi Tsukioka aprendeu a desenhar com Kuniyoshi Utagawa, cuja influência é evidente no trabalho de Yoshitoshi ao apresentar principalmente o ser humano, já o monstro, demônio ou espírito, nada mais é que apenas um toque de expressão em suas obras."

Akugenta ataca à Nanba Jirou
O espírito de Akugenta Yoshihira ataca à Nanba Jirou na cachoeira de Nunobiki - O desenho mostra o furioso fantasma de Kamakura Akugenta que havia jurado se vingar ao ser executado, saindo de dentro de uma nuvem negra como um relâmpago para assim, matar a Nanba Tsunefusa, seu executor no passado.

O fantasma Seigen
O fantasma Seigen - Mais precisamente, o espírito de Seigen e a princesa Sakura é uma apresentação Kabuki, onde é contada a história do monge Seigen do santuário Kiyomizudera, que se perde nos encantos da princesa Sakura e é morto no fim da transgressão. O fantasma do monge então, retorna para assombrar a princesa.

Tadatsune Nitta vê coisas estranhas na caverna
Tadatsune Nitta vê coisas estranhas na caverna -Retrata a Tadatsune Nitta, explorando uma caverna criada pela lava do Monte Fuji, onde segundo o seu relato, avistou formas humanas saindo de fachos de luz, ouviu brados de vitória fantasmagóricos e encontrou uma imensa serpente.

A velha demônio leva o seu braço embora
A velha demônio - ou Ibaraki Douji é um demônio famoso por seguir o demônio Shutendouji.
Após um acordo mútuo, ambos atacam a Kyoto, fixando sua base na montanha de Ôe.
No entanto, Minamoto no Yorimitsu, um dos quatro reis celestiais, subjuga a Shuten Douji na montanha.

Entre as muitas variações dessa lenda, há uma em que a velha demônio consegue escapar.

Um dos quatro reis celestiais, Watanabe no Tsuna, lutou sozinho contra o demônio no portão Rashomon. No final da intensa batalha, Tsuna, decepou o braço do demônio antes que o monstro escapasse. Tsuna guardou o braço do demônio em um cesto.
O demônio retornou mais tarde para reivindicar o membro perdido, e tentou enganar a Tsuna para liberar o seu braço perdido.

A ilustração mostra a velha demônio levando o seu braço embora.
(Minamoto no Yorimitsu (944-1021), também conhecido como Minamoto no Raikou, serviu os regentes do Clã Fujiwara. Yorimitsu é mencionado em um número de lendas e contos, incluindo a lenda de Kintaro, a lenda de Shuten Douji e a lenda de Tsuchigumo.)

Fukuhara Kiyomori enxerga cabeças humanas
Fukuhara Kiyomori enxerga várias centenas de cabeças humanas - Este desenho retrata as caveiras do episódio em que Taira no Kiyomori se encontra com Fukuhara no conto dos Heike. (Heike monogatari) Não se trata no entanto, de uma aparição ou um monstro, mas sim, uma ilusão de ótica provocada pela neve e pelo estado nervoso lastimável a que se encontrava Kiyomori na lenda.

Yoshitoshi, fez mais um desenho dessa cena:





A pedra da morte de SuganogaHara
A pedra da morte de SuganogaHara - Sessho Seki ou 'Pedra da morte,' é um objeto da mitologia Japonesa. Diz-se que a pedra mata qualquer pessoa que entra em contato com ela. Acredita-se que a pedra é o corpo transformado de Tamamo no Mae, uma bela mulher que foi condenada a ser uma raposa de nove caudas, tendo que trabalhar para um Daimyou do mal que conspirou para matar o imperador Konoe e tomar o seu trono. Quando a raposa de nove caudas foi morta pelo guerreiro Miura no Suke, seu corpo se transformou na 'pedra da morte'.

Oniwakamaru espreita a carpa da lagoa
Oniwakamaru espreita a carpa da lagoa - A ilustração mostra o jovem Saitou no Musashibou Benkei/Oniwakamaru, mirando um ataque à uma carpa gigante.
(Saitou no Musashibou Benkei (1155-1189), popularmente chamado de Benkei, foi um monge guerreiro que serviu sob o comando de Minamoto no Yoshitsune. É geralmente apresentado como um homem de grande estatura, muito forte e leal.
Sua vida foi embelezada e distorcida nas apresentações de Kabuki teatro Nô, o que torna difícil discernir entre a verdade e a lenda.)

Raigou se transforma em um rato.


Raigou do templo de Mii seguidor do mau/Acharya se transforma em um rato - Raigou era um monge que sob a promessa real de "pedir o que quisesse", rezou para que o Imperador Shirakawa fosse agraciado com o nascimento de um príncipe.
Talvez por suas orações, o Imperador se tornou Pai.

Valendo-se da promessa, o monge pede ao Imperador, a construção de uma plataforma sagrada, para ser usada na consagração de pessoas que abandonaram todos os bens materiais e fossem reconhecidas oficialmente como monges no templo de Mii (Miidera). No entanto, os monges hostis do templo de Enryaku se meteram na história e Raigou não teve o seu pedido realizado.

Com muito ódio e decidido a lançar o filho do Imperador no caminho da morte, Raigo jejua e amaldiçoa o menino. Após algum tempo, Raigou acaba morrendo, mas devido a força do ódio do monge, o príncipe acaba morrendo também em tenra idade.
Ainda por cima, o ódio incontrolável de Raigou se materializa na forma de um rato gigante e com um exército de Oitenta e quatro mil ratos, ataca o templo de Enryaku...

O espírito da cerejeira de Komachi
O espírito da cerejeira de Komachi - No repertório de Yoshitoshi, há várias obras que retratam expressões teatrais e de Kabuki.
A imagem de uma cerejeira solitária no meio da neve, com suas pétalas caindo ao perder o combate com os flocos de neve, é uma imagem poética no Japão e naturalmente, incorporada nas artes.
O espírito da cerejeira de Komachi, é uma referência direta ao conto Kabuki em que matam o homem que a cerejeira de Komachi é apaixonada. Ela se manifesta então, na forma de espírito e se vinga do maléfico assassino.

Os olhos doem através do vento que sopra no outono...
Os olhos doem através do vento que sopra no outono, mas não se pode dizer que é o fim de Ono no Komachi, pois o capim apenas cresce...'- (LOL! Riso For Que título! Riso For rusmea.com) O extenso título desse desenho, é na verdade uma poesia...
O desenho retrata um pedaço de uma das lendas de Ariwara no Narihira, um poeta do período Heian (794 - 1185) que teve um romance com a poetiza Ono no Komachi uma mulher de rara beleza.

Narihira também era famoso por sua sorte com as mulheres e claro, com muitos escândalos amorosos. Tanto que este desenho retrata a Narihira depois de ter lançado mão à uma mulher da elite, sendo descoberto e tendo como castigo, os cabelos cortados como mostra a imagem.
Devido a vergonha, ele decide viajar até que os seus cabelos voltem a crescer...

Certa noite, Narihira se hospeda em um casebre onde ele ouve uma voz entoar uma poesia vinda de um capinzal próximo, que dizia: 'Os olhos doem através do vento que sopra no outono...'
Narihira se assusta, olha a sua volta mas não vê nada e fica intrigado pois a poesia incompleta, contava apenas a parte inicial...

Sem fazer mais caso, ele dorme e no outro dia pela manhã, Narihira decide explorar as cercanias, quando ele encontra uma caveira em cujo buraco do olho, brotava um feixe de capim.
O homem em um gesto de piedade, juntas as mão em prece perante o crânio, e justo nesse momento, passa um homem da vila que diz: 'Essa é a caveira de Ono no Komachi, uma bela mulher que fez nome na capital, porém, cansada de seus romances, voltou para cá e morreu.'
Narihira chora e profere então a conclusão da poesia: '...Mas não se pode dizer que é o fim de Ono no Komachi, pois o capim apenas cresce...' e seguiu viagem. (Curiosidade: O capim referido na poesia, ススキ - Susuki - Miscanthus sinensis,
se chama Capim-pisca-pisca no Brasil. NDT. rusmea.com)

Cupinchas! Riso For
A *"compilação dos 36 monstros em novo formato" é como o próprio nome diz, uma nova coleção de 36 Youkai, (Youkai - entidade- duende) idealizados por Yoshitoshi Tsukioka, que criou a coleção, utilizando uma técnica de xilogravura, (Ukiyo-e) entre o período Bakumatsu até o começo do período Meiji.
*Nota do tradutor: (新形三十六怪撰 - Shinkei Sanjurokkaisen - "Compilação de 36 monstros em novo formato" - em tradução aproximada, é uma adaptação de rusmea.com, portanto, não possui valor didático.
Cupinchas Riso For, insisto em dizer que como não há traduções correspondentes em um idioma ocidental de vários dos termos apresentados aqui, tais devem ser encarados apenas como tradução informal e peço cautela caso os utilizem. Riso For 

Primeira parte
Segunda parte
Terceira parte

Abrax^^

Assinatura: Não vá embora ainda!Passe na página inicial AQUI e confira outros posts!
Os emoticons espalhados pelo blog são sonoros, clique neles mas cuidado com o volume!
Lista de todos os Smyles sonoros AQUI

5 comentários:

wulfgar disse...

de boa.show esses desenhos.o cara podia ser meio maluco,mas era fera.

Rusmea R. M. disse...

Tão interessante quanto os desenhos, são algumas das lendas em que foram baseados^^ Abrax^^

mateus disse...

eu queria saber c vc sabe onde posso encontrar o "conto,lenda" do espírito da cerejeira de Komachi fiquei interessado...ABÇ

Anônimo disse...

mateus, só tem aqui nesse blog vc não percebeu?

este é o unico lugar que vi que traz realmente coisas novas e exclusivas sobre cultura japonesa

pena que não tá atualizando mais...

rusmea inoxloxlayer disse...

Arigatou pelo comment^^

Assim que conseguir um tempinho (Tá difícil^^') Eu volto a atualizar o rusmea.com^^

Abrax^^