Ueba^^

Uêba - Os Melhores LinksUm mundo de conteúdoEstá no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!Tedioso: Os melhores links

domingo, agosto 18

Os apartamentos desertos de Midorigaoka

Fonte Fonte Fonte


Cupinchas! Riso 

For 
Hoje eu compartilho com vocês, um pouco sobre os antigos apartamentos de Midorigaoka Riso 

For
Cupinchas! Riso 

For Notifico que descobri vários sites na web Japan, com diversas mini-postagens ou seja, com publicações de 15, 10 ou 5 imagens com coisas bem interessantes sobre lugares abandonados, embora sejam posts pequenos...Riso 

For'
Assim que pretendo trazer também essas pequenas publicações para o rusmea.com (Me dando assim um descanso...Riso For Porque posts grande como este, estão matando o Rusvalino Meadrado aqui Riso For)


Segue adaptação:
"Os apartamentos desertos de Midorigaoka pertenceram a mineradora Matsuo e estão situados no alto de uma colina, em algum lugar na região de Touhoku, Japão.

Em 1914 (Taishou ano 3) a empresa de mineração Matsuo foi fundada, desde então produziu por mais de meio século, a terça parte de todo o enxofre explorado no Japão. Cerca de 1 milhão de toneladas do minério eram produzidos por ano, ficando conhecida no oriente como uma mina de grande porte devido a sua alta capacidade de produção.

Em 1882 (Meiji ano 15) o Senhor Sasaki Kazuyoshi descobre um grande afloramento de enxofre na região.

No entanto, o desenvolvimento para a extração foi extremamente difícil naquele momento.

Em 1914, uma empresa comercial localizada em Yokohama, comandada por Jiro Nakamura, funda a mineradora Matsuo Co, Ltda.

A mina de Matsuo começa a extrair o enxofre para ser utilizado na produção de fibra, papel entre outras coisas.

Com uma produção de 1 milhão de toneladas por ano, a mina era orgulhosamente chamada de a 'número 1 do oriente'

Mas todo esse orgulho, não era apenas pela produção da mina, mas também, pelas melhorias do bem estar dos trabalhadores e suas famílias, sendo esta, uma das suas principais características.

Estação de trem, escola, bombeiros, polícia, correios, um hospital geral, barbearia e até um cinema foram construídos à 1000 metros acima do nível do mar, tudo para dar um mínimo de conforto aos trabalhadores e suas famílias.

Este complexo de apartamentos foi construído pela empresa de construções 'Zenekon', em parceria com a mineradora, em 1952 (Showa ano 27)

Construído com concreto e vergalhões, o complexo de apartamentos contava com algo raro para a época, a calefação e banheiro com descarga d'água. 

Com várias inovações, como essas, nascia esta 'metrópole' no alto da colina.

Por essas peculiaridades, a mina de Matsuo era frequentemente denominada de 'A utopia das nuvens' ou 'O paraíso sobre as nuvens'. 

Atualmente restam apenas 11 prédios de apartamentos, mas no final da sua época de ouro, ainda existiam mais 82 casas de madeira


Casas essas que foram propositalmente queimadas com o fim do empreendimento, restando apenas este complexo de apartamentos.


Como será que se sentiram os moradores daquele tempo, ao verem as suas moradias sendo incendiadas como parte de um experimento? (Segundo a fonte, essas casas foram queimadas como parte de um experimento...Riso For Ao pesquisar, descobri que em 1972, a empresa demolidora decidiu atear fogo nas casas, para ver se assim conseguia poupar recursos. Riso For  rusmea.com)


Ter as suas moradias intencionalmente incendiadas, é algo distante da nossa atual realidade...82 casas de madeira foram eliminadas por esse método...


As ruínas do complexo de apartamentos, relacionados a antiga mina, são constantemente visitadas por exploradores urbanos, cujas opiniões convergem à um lugar comum: Todos sentem algo inexplicável ao adentrar os apartamentos desertos de Midorigaoka, ainda que repetidas vezes.


A mina de Matsuo era considerada a número 1 do oriente, mas o país começou a importar enxofre do exterior, obtido pela refinação de petróleo, a um custo muito mais baixo, o que fez com que nuvens negras pairassem sobre a 'metrópole' da colina...


Em 1969 (Showa ano 44), a até então chamada de a número 1, finda as sua operações e a mina é lacrada com concreto.


Com o encerramento da mina, os outrora contentes empregados, foram se espalhando por todo o Japão, à procura de emprego.


A outrora 'Utopia das nuvens', hoje são apenas ruínas quase esquecidas...

...Só lembradas em algum eventual programa de televisão, ou por nós exploradores.


Após o encerramento da mina, os seus túneis abandonados...


 ...Ainda 'sangraram' por um longo tempo, uma média de 24 toneladas por minuto de água ácida.


Toda essa água poluída, acabou por contaminar o rio Kitakami, causando um impacto ambiental de grandes proporções ao ecossistema local.


Por essa razão, foram investidos 90 bilhões de Ienes (Aproximadamente 180 Milhões de Reais. rusmea.com) para a construção de uma estação intermediária para tratamento da água, neutralizando os seus efeitos.


Todos os anos, são investidos 6 bilhões de Ienes (Aprox. 12 milhões de Reais. rusmea.com) em medidas ambientais.


Por causa dessa poluição, foram gastos até agora, cerca de 350 bilhões de Ienes (Aprox 700 milhões de Reais. rusmea.com), naturalmente que esse dinheiro, sai dos impostos dos contribuintes.
Tanto dinheiro por causa de uma mina que nem existe mais...


No entanto, a mina de Matsuo está sendo revista como uma herança histórica local, no qual está sendo animada através de eventos locais...


...cujo momento coincide com a premiação de patrimônio industrial da sociedade industria e arqueologia e os atuais eventos tem o objetivo de fomentar o turismo histórico na região. (Morcego?! Riso For Cruzes!! Riso For rusmea.com)


A premição, brinda a região com a oportunidade de mudar a sua atual imagem negativa. Recomenda o professor associado, Hideki Onodera da escola de engenharia de Iwate.

(A placa com as instruções para uso da privada com descarga d'água na imagem abaixo diz: 
Atenção: 
1-Após o uso, abaixe a alavanca e solte a água. Após 30 segundos a água irá parar automaticamente. 
2-Não utilize de jeito nenhum, outro tipo de papel que não seja o papel higiênico aqui disponibilizado. 
3-Não coloque de maneira nenhuma, panos velhos, algodão, etc. 
4-Em caso de mau funcionamento, contate o responsável imediatamente. rusmea.com)


Após esse reconhecimento, a cidade próxima, estuda o seu uso para algo com grande impacto no turismo...


...E iniciou pesquisas nas áreas de ecoturismo, visitação por parte de escolas, criação de arquivos e digitalização do material para a preservação da memória do lugar.


Consideram especificamente, as excursão escolares pelas ruínas da mina e caminhadas pelos antigos trilhos ferroviários.


Os representantes da cidade próxima disseram que 'Servirá como um lugar para conscientização ecológica, já que houve uma grande contaminação no passado...


...Ainda estamos estudando como será esse formato de excursão, seus valores, e outros detalhes, mas contará com guias locais e com certeza seu valor histórico atrairá o turismo para a região.'


Esta visita ao local foi muito agradável.


Todos os itens que olhamos, possuem uma vivacidade única.


Apesar de tudo estar destruído e abandonado, nunca vimos tanta vida em um só lugar...


Cada ruína que visitamos, possuem as suas deliciosas peculiaridades...


Mas o que serão estas ruínas? 


Pois elas nos provocam uma sensação de vida, como se o lugar nunca tivesse sido abandonado, mas sim, fizessem parte da natureza...


A palavra 'abandono' não se aplica a este lugar....


São na verdade uma herança do período Showa que ganha mais maturidade, conforme o tempo passa. 


Dependendo da época do ano, os apartamentos desertos de Midorigaoka, mudam suas feições, o que de certo modo, demonstra que ruínas como esta, não estão 'mortas' na verdade, mas sim, vivas e 'respirando'. 

Passamos apenas um dia nesta exploração, mas o tempo tem outro nuance nesta 'utopia das nuvens'.

Bônus:


Riso For Imagens obtidas de outro site, que mostram estas ruínas em meio a neve:













Louco né?  Riso For

Abrax^^

Assinatura: Não vá embora ainda!Passe na página inicial AQUI e confira outros posts!
Os emoticons espalhados pelo blog são sonoros, clique neles mas cuidado com o volume!
Lista de todos os Smyles sonoros AQUI

10 comentários:

Anônimo disse...

Muito bom, adoro essas postagens sobre lugares abandonados

Rusmea R. M. disse...


Obrigado^^

Logo eu trago mais^^

Mas também vou trazer os posts curtos da web japan^^

Abrax^^

Silvio OMR disse...

Belas imagens!!

Adoro postagens como essa

Rusmea R. M. disse...


Arigatou^^

Abrax^^

Marçal Fujibayashi disse...

Bom, pelo menos os manolos não inventaram que as ruínas são mal assombradas. kkkkkkkkkk

Marçal Fujibayashi disse...

Mas dizer que as ruínas estão vivas... forçou né. kkkkkkkkkk

Rusmea R. M. disse...


Na verdade eles falaram que é assombrado sim...^^'

Eu é que omiti na tradução, pois TUDO QUE É LUGAR POR LÁ É ASSOMBRADO!¬¬

Abrax^^

Rusmea R. M. disse...


Pois é...E o pior é que não há recursos de tradução ou adaptação que supra essa breguice XD

kkkkkkkkkkkkkkkk^^

Abrax^^

Marçal Fujibayashi disse...

então essas ruínas devem ser bem assombradas.. kkkkkkkkk

Rusmea R. M. disse...


Rapá...

Tu já viu um lugar pra ter mais youkais e assombrações que o Japão?OO'

kkkkkkkkkkkkk^^

Abrax^^