Ueba^^

Uêba - Os Melhores LinksUm mundo de conteúdoEstá no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!Tedioso: Os melhores links

segunda-feira, julho 22

Um chalé nos céus de Buenos Aires

Fonte


Cupinchas! Riso For 
Olhem só que chique este chalezinho no alto de um prédio em Buenos Aires, Argentina Riso For 
Procurei por tudo que é lugar, mas lamentavelmente não achei imagens dele por dentro...

Segue adaptação:


"Dom Rafael Díaz nunca imaginou que seu esforço acabaria em um sonho realizado. Terminava o século 19. Ele tinha 15 anos, era vendedor em uma mercearia da rua Chacabuco e à noite dormia sobre o balcão do negócio. Seu empregador, ante o empenho de Díaz, lhe elogiou: "Vai ir ao Paraíso, Rafael, tu tens um chalezinho reservado no céu".


Essa foi a origem do chalé erguido no topo do edifício Sarmiento 1113, que desponta sobre a 9 de Julio e tem como vizinha, a própria ponta do Obelisco.
O chalé está quase escondido sob cartazes publicitários atualmente. São poucos os ângulos em que se pode vê-lo. De tempos em tempos, algum pedestre que atravessa a grande avenida o descobre: 'E aquilo? Que louco fez um chalé lá  em cima? Quem vive lá?'
Na verdade, já não mora ninguém no chalé. Agora funcionam escritórios.


A ideia de ter uma casinha no céu obcecou a dom Rafael e ele não quis esperar até a outra vida como dizia o seu antigo empregador. 
Um dia ele ia ter um edifício de dez andares coroado por um chalé normando como um que ele havia visto em Mar del Plata.


Em 1927 terminou de construir seu sonho. Inaugurou a Muebles Díaz, que se converteu em uma das grandes lojas de Buenos Aires. Todo mundo a conhecia como o 'mobiliário do chalezinho'. Mónica Abal de Schiavon, sua bisneta, conta que o homem decidiu fazer uma filial de sua casa.


Vivia em Banfield e não podia voltar para casa almoçar, então, criou ali um segundo lar. 
Comia no primeiro andar do prédio. Tirava uma soneca, nem muito curta nem muito longa, e voltava a trabalhar.
Seu chalé não só coçava a barrida do céu... Em dias claros, se podia ver a costa do Uruguai. Gostava de olhar a cidade. Daquelas janelas, o senhor Díaz viu como levantaram o Obelisco bloco por bloco, em 1936. Também foi testemunha da abertura da 9 de Julio. Nada disso existia quando ele chegou.


De fato, o senhor Díaz sabia que a publicidade era a alma do negócio. Mas não queria pagar por ela. E supôs que o chalezinho era a melhor publicidade. Mas quando ele o edificou, a rua era muito estreita e não havia ângulo do qual divisar a casinha. Teve sorte ou ajuda do alto, pois logo foi aberta a 9 de Julio. E o chalé passou a fazer parte do panorama postal de Buenos Aires.


Hoje, para chegar ao chalé é preciso subir por elevador. No térreo funciona a administração do edifício, e no primeiro andar, escritórios com tapete cinza e móveis modernos.
O último andar, ou seja o chalé, é alcançado por uma escadinha em caracol, mas está vazio, apesar de manter a essência da casinha. As janelas mostram uma vista única, além de se estar cara a cara com a ponta do Obelisco.


No terraço há uma dezena de canteiros repletos de flores, uma pincelada do tempo em que dom Rafael criou um jardim onde se expunham os móveis de exterior.
Contam os netos que nos anos 40 e 50, o negócio foi um das maiores mobiliários da América latina. A decadência chegou quando as grandes lojas de departamento deixaram de ser ícones de Buenos Aires.

Dom Rafael faleceu em 1968. O negócio ficou nas mãos de seus filhos e, nos fins dos anos 70, os andares foram alugados para outros usos. E com o auge dos cartazes luminosos, o pequeno grande chalé, o símbolo do sonho do senhor Díaz, ficou tampado.
Por anos esteve abandonado. E oculto. Foi sede de uma agência de modelos e laboratório de um fotógrafo.


E assim foi como os 'porteños' terminaram desconhecendo a história daquela casinha. De tempos em tempos, alguém se surpreende: 'Quem terá sido o louco que fez semelhante chalé na ponta de um edifício e despontando na 9 de Julio?'"







Que charme né? Riso For 

Abrax^^

Assinatura: Não vá embora ainda!Passe na página inicial AQUI e confira outros posts!
Os emoticons espalhados pelo blog são sonoros, clique neles mas cuidado com o volume!
Lista de todos os Smyles sonoros AQUI

7 comentários:

Rusmea R. M. disse...


Acadei de voltar da fisioterapia...^^'

Os exercícios estão me matando...^^'

Abrax^^

Marçal Fujibayashi disse...

Quem mandou se jogar da janela... agora guenta... kkkkkkkkkkkkk

Rusmea R. M. disse...


Mas tu sabe que eu fui suavemente conduzido ao vazio pela minha linda e amada esposa ninja, lady Murasaki!:D

Mas foi só um acidente!XD

Ela não tinha intenção de me pegar pela nuca e me jogar pela sacada!XD

kkkkkkkkkkk^^

Abrax^^

Samuel disse...

Mas pelo menos rendeu uns gritinhos do Prince de tamanha dor, rsrsrsrs. Foi parar ateh no omundoreal!

Rusmea R. M. disse...


Who's bad? AAAAuuhh!^^ (Ops! Esse gritinho é do Michael Jackson!^^)

kkkkkkkkkkkkk^^

Abrax^^

Samuel disse...

kkkkk
Segundo a homenagem poetica do omundoreal seria Prince em Purpple Rain,

www.omundoreal.com.br/2013/06/quando-pedra-rolou-da-ribanceira.html?m=1

os caras tb sao dmais.... rsrrsrsrsrs

Rusmea R. M. disse...


kkkkkkkkkkkkkkk^^

Rindo litros aqui^^

Purple rain:

https://www.youtube.com/watch?v=aYOLEF-N3oQ

Abrax^^