Ueba^^

Uêba - Os Melhores LinksUm mundo de conteúdoEstá no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!Tedioso: Os melhores links

quarta-feira, julho 24

Ruínas do distrito 23 - a Gunkanjima de Tóquio

Fonte 


Cupinchas! Riso 

For 
Qual não foi a minha surpresa ao me deparar com este lugar abandonado em plena Tóquio, que se parece muito com a mais famosa ilha abandonada da internet, a Hashima ou Gunkanjima <--(Link para o post do Noite Sinistra Riso 

For) Nem preciso dizer que Gunkanjima foi cenário do último filme do 007 e as ruínas que compartilho hoje, tem uma semelhança notável com as da célebre ilha. Riso 

For

Riso ForAi wo kudasai Oo Riso ForAi wo Kudasai Riso For

Segue adaptação:
"Distrito 23.
Tóquio, a capital que segue em contínua evolução, se tornou uma grande metrópole do mundo.
Em um espaço urbano cravejado por arranha-céus, com instalações portuárias, prédios de apartamentos com sua beleza funcional, chega a ser inimaginável que existam ruínas.
Mas elas existem.
Por sua singularidade eu as coloco na categoria de ruínas misteriosas.
Esta é uma dessas ruínas, que está situada em Tóquio, mas declino em revelar a sua exata localização...


Um canto densamente arborizado na área residencial do campus da universidade de Takushoku, chama a atenção à quem perceba a sua existência.
O local é conhecido atualmente, como as famosas e renomadas ruínas do antigo alojamento Seika.


É possível até confundir alguém que se dirija a este local, com um monge devido a grande quantidade de templos Budistas nesse distrito.
Nosso alvo no entanto, não são os templos, mas sim explorar o que restou do alojamento Seika ou mais conhecido como A 'Gunkanjima' de Tóquio.



Como um subproduto da guerra Sino-Japonesa (1894-1895) no período Meiji, e exigência do tratado de Shimonoseki entre 1895 até 1945, durante a ocupação Japonesa de Formosa (Taiwan), muitos Formosinos e Chineses se dirigiram ao Japão naquele tempo.

Em 1927, após a criação do Governo geral de Taiwan, este enviou muitos estudantes e trabalhadores ao Japão e o alojamento Seika foi construído com a finalidade de abrigar esses estudantes.

No topo de uma colina um pouco alta, eis que se encontram as ruínas do alojamento. 

A construção está rodeada, quase oculta, por uma densa vegetação. 
Por vários momentos, eu esqueci que este local está praticamente no centro de Tóquio.

Sem demora, adentro a construção.

A foto da entrada chega a ser surreal.

A parte central da construção se abre em um amplo átrio. 
O espaço é uma obra prima neste lugar abandonado.

Paredes de concreto puro a mercê das intempéries. 
Objetos espalhados. 
Apenas a armação de metal do telhado...

De algum modo, este que explora, tem a sensação de ter adentrado um outro mundo além de Tóquio. (E este que vos escreve, rusmea.com, tem a sensação de estar nas ruínas do filme do 007! Riso For )

O lugar se parece com as ruínas de um campo de batalha...
Parecem também com as célebres ruínas de Gunkanjima.

As portas decadentes...

...Me convidam a entrar.

Ao passar pela porta entreaberta, encontro um banheiro. 
Ao ver o modelo da construção, percebi o quanto este prédio é antigo.

Restos de madeira queimada no chão. 
Houve um incêndio neste alojamento e logo depois, não sei por qual razão, o lugar foi completamente abandonado até os dias de hoje.

Esta alquebrada paisagem foi criada pelo incêndio. 
Rezo para que não tenha havido vítimas...

(Riso For Nosso manolo não sabe, mas esse incêndio ocorrido em 2007, provocou duas vítimas fatais e 7 feridos...rusmea.com)

Vídeo que mostra ao longe, a fumaça do incêndio.


Os incêndios apagam todas as coisas...Memórias, bens e as vezes até a vida. 
Um Incêndio é a única coisa que não quero provocar nesta vida. 
No entanto, ruínas incendiadas tem uma paisagem característica.
São como prédios devastados em cidades bombardeadas na guerra. 
São a destruição da beleza e a beleza da destruição...
Subo as escadas e me dirijo ao segundo andar.

A visão lá de baixo.

Entrei em uma habitação.
O lugar está do mesmo jeito de quando foi abandonado na época do incêndio.

Sobram os momentos de ilusão de pessoas ainda morando aqui...

...Pois sinto olhos cravados em mim...Riso For Rusmea cum us zoius abertius! Riso For rusmea.com)

Essas ilusões são tão palpáveis que decido sair da habitação.

A agitação urbana ao redor, não penetra neste paraíso abandonado.

Estas são ruínas isoladas da existência de todo o resto do mundo. 
Um lugar com uma ligação transcendental com Gunkanjima.

Um quarto esmagado por tonalidades escuras...

Me dirijo ao terceiro andar.

O terceiro andar parece ter ainda mais semelhança com os destroços de um campo de batalha.

Um lugar mais perto do céu.

A luz atravessa as armações de metal, iluminando o interior das ruínas.

Se disséssemos que estas fotos foram tomadas em Berlim no ano de 1945, será que alguém desconfiaria de que não são? (Que boa ideia manolo! Riso For Vou mandar essas imagens ao meu irmão morfeustar com essa legenda! Riso For  rusmea.com)

Não dá para acreditar que são do distrito 23 de Tóquio...

Alguns pequenos objetos, jazem espalhados por todo o lugar.

Aqui reina o silêncio.

A escada que leva até o telhado.

Dessa escada, eu vislumbro o terceiro andar.

A estranha visão das escadas trançadas. 

Cheguei até o telhado...Ou o que sobrou dele.

A armação de metal exposta.

A vista lá de baixo.
Me pareceu ainda mais obscuro ver o rastro de destruição daqui.

A construção da escada que dá no telhado, mais parece uma casamata.

Aqui finalizamos esta exploração. 
Em um lugar que não deveria ser e nem parecer abandonado em plena Tóquio, ironicamente, foi justamente a que mais aspecto tem de ruínas.

Pode ser que se perder em um espaço mágico como este, seja um evento comum que pode acontecer em um dia qualquer, tal a proximidade deste lugar misterioso com a grande metrópole."


Devido aos procedimentos legais dos direitos de propriedade e para garantir a segurança dos moradores ao redor do local terem sido concluídos, a demolição do alojamento será iniciada em julho de 2013 se tornando um lote vago no início de agosto de 2013...

Que pena...Choro

Abrax

Assinatura: Não vá embora ainda!Passe na página inicial AQUI e confira outros posts!
Os emoticons espalhados pelo blog são sonoros, clique neles mas cuidado com o volume!
Lista de todos os Smyles sonoros AQUI

6 comentários:

Caio Bov disse...

"O Homem sonha monumentos,
mas só ruínas semeia
para pousada dos ventos."
Paulo Eiró

Rusmea R. M. disse...


Expressa muito bem o estado dessas ruínas...

Abrax^^

Marçal Fujibayashi disse...

Uma coisa que percebi no Japão é que lá raramente se reforma ou se recupera construções antigas... com exceção das com valor histórico, as demais envelhecem são abandonadas e depois demolidas dando espaço para uma nova construção.

Rusmea R. M. disse...


Na verdade até que existem empresas de reforma...Mas é um nicho de mercado muito apertado por lá, já que novo sai mais "barato"¬¬'

Abrax

Rodrigo Barros disse...

Bem, eu iria comentar o fato de também não darei um destino a isso, mas como diz os comentários finais da postagem, vão demolir o local, que bom, pelo menos não fica um elefante branco, numa cidade tão bonita como Tóquio, entretanto, poxa, poderiam dar um destino melhor, mas como você mesmo diz, construir algo novo talvez saia mais barato.

Rusmea R. M. disse...


Pois é...

Bastante controverso, pois até 2007 (Outras fontes diziam que haviam pessoas morando clandestinamente nas ruínas até 2013...) o prédio era perfeitamente funcional...Se não fosse o incêndio, poderia estar em utilização até hoje...

Agora só resta um terreno vazio no lugar.

Abrax^^