Ueba^^

Uêba - Os Melhores LinksUm mundo de conteúdoEstá no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!Tedioso: Os melhores links

domingo, julho 28

Os túneis dourados da mina abandonada

Fonte 


Cupinchas! Riso 

For 
Hoje compartilho uma outra exploração a uma mina abandonada no Japão.
Esta também foi realizada pela equipe que explorou a Mina 427 - exploração à uma mina abandonada, já postado aqui no rusmea.com Riso 

For
Não me foi possível determinar a localização desta mina, muito menos que minérios eram explorados, mas suponho que fosse minério de ferro...Riso For

Riso ForTsubame yo takai sora kara Riso Foroshiete yo chijou no hoshi wo Riso Fortsubame yo chijou no hoshi wa  Riso Forima doko ni aru no darou Riso For

Segue adaptação:



"Eis que resta a boca de uma mina estritamente bloqueada.
Pelo mapa dos túneis, será preciso acessar o caminho que liga com o túnel principal da mina, através de um túnel de ventilação. 
Após isso, será possível acessar os seus segredos, avançando pelo lado contrário da área de processamento mineral.
No passado, viemos explorar o lugar e já tínhamos mapeado os dutos de ventilação.

Nosso objetivo de hoje:
Explorar a mina bloqueada e seu caminho de 'ouro' das profundezas...

Descemos pelo duto de ventilação. 
O local desta foto, está nada mais que há 5 metros da entrada.
O duto de ventilação é estreito e com 'teto' baixo, o que nos força a ficarmos 'agachados', provocando dores nos joelhos...
por cima passam cabos elétricos e por baixo canos, que suponho, sejam para escoamento d'água.

Há 7 metros da entrada. 
Nesta parte começa uma curva para a esquerda e o caminho, aos poucos, passa a ser na horizontal.

Chegando ao local em que pensávamos que ficava na horizontal, mas era apenas uma ilusão de ótica...
Seguimos descendo. 
Esta foto foi tomada virando a câmera para a entrada de onde viemos.

Não parece na imagem, mas há um ângulo em diagonal nesse caminho. 
Até onde continuará?...
Segundo o mapa, são 60 metros, faltando percorrer ainda, a metade desse percurso. 
Colocamos um pouco mais de empenho e seguimos. 

No entanto, seguir agachado por 60 metros, ainda que seja uma distância curta, cansa pra caramba. 
A superfície para apoiar os pés é ruim e ainda por cima, os canos se agrupam cada vez mais.

Finalmente avistamos o caminho de ligação com a via principal da mina.
Porém, o túnel possui nos lugares baixos, cerca de 60 centímetros de altura. 
Como mostra a foto, é preciso ir até o caminho sentado, segurando a escada de ferro que está logo em frente.

Foto do lado de onde viemos. 
À partir do meio do caminho, a forma é suportada por escoras de ferro.

Chegamos ao túnel de ligação. 
Seguindo na direção que mostra a foto, se pode chegar na área de mineração. 
Do lado contrário, se chega a área de processamento mineral

Onde está essa escada é a saída do duto de ventilação por onde viemos.

O subterrâneo brilha como se fosse de ouro. (Suponho que essa cor amarela seja alguma reação dos minérios com a água...Seria um tipo de ferrugem?...Riso For rusmea.com)
É difícil de mostrar por fotos, mas a água que corre pela trajeto central, é transparente e muito linda.

Andando um pouco pelo subterrâneo, notamos que aparece algo se movendo suavemente à direita.
Acho que é uma cultura de fungos e nos aproximamos para conferir.
Tem 40 à 50 centímetros de comprimento.

Não me atrevo a tocar, mas é muito bonito e aparentemente suave. 
A coisa aparenta ter 'duas pernas', dando a impressão de estar pendurada de cabeça para baixo como um morcego, mas como não se move ficamos mais tranquilos. (Ufa! Riso For Pensei que fosse um maranduvá escaganifobético gigante! Riso For rusmea.com)

Acho que não nos lançará um ataque venenoso ou saltar na gente se nos aproximamos...

Cogumelos que crescem em subterrâneos, desde quando tenham um pouco de nutrientes, não precisam de fotossíntese.
Conseguem viver mesmo na escuridão absoluta deste lugar.

Como mostram os mapas, há um caminho reto e um outro que leva à esquerda.
Para chegarmos ao nosso objetivo, tomamos o caminho da esquerda seguindo a curva.
Após dobrar, encontramos uma subida forrada de chapas de ferro. 
No entanto, naquele momento não tínhamos como saber do que era feito esse corredor.

O detalhe do cano jorrando água. 
Pura magia.

Há encaixes aqui e ali...
Mas o que é isso?

Gramby utilizados para transporte de minério, foram cortados e encaixados aqui para servir como...

...ponte nos lugares inundado pela lama.

Uma ponte de carrinhos de mina reciclados.

O final da ponte é formado por um declive feito com os carrinhos cortados.

À direita estão os carrinhos poupados de fazerem parte desta 'obra de engenharia'. (Ô gambiarra! Riso For rusmea.com)

Adiante avistamos o que parecem ser os restos de uma estrtura.
Imaginamos que seja um poço vertical.

Realmente é o elevador do fosso, mas só há o buraco vertical o que nos impede de prosseguir.
Os mapas indicam que o caminho prossegue, mas na realidade não...
Um baita problema...
Mas é claro!
Já que chegamos aqui, vamos tratar de subir.
Se escalarmos a estrutura do elevador, chegaríamos ao nível superior onde há mais um túnel.
No entanto...
Escalar segurando uma escada podre de ferrugem, pode significar:

Quebra da escada→ Queda livre→Morte instantânea. (LOL! Riso For rusmea.com)

Realmente não é uma situação que nos agrade...
Mas terminar a exploração aqui também seria triste demais.

Fundo...Fundo demais!
Olhar para esse abismo, provoca divagações na gente...
Se agora mesmo, colocássemos a mão e elevássemos os pés uns 30 centímetros, a escada quebraria, e cairíamos...
Que dureza.
Subir 30 cm para cair 60 metros...
Se na queda, nos enganchássemos em alguma coisa...
Mas acho difícil uma sorte dessas.
No lado esquerdo da foto, há vigas de sustentação em intervalos de 3 metros.

Zoom na imagem.
Como podem ver, há uns 60 à 70 metros de profundidade.
Tanto na foto como no lugar, se pode ter uma ideia do profundo que é, mas a palavra 'fundo' perde o sentido ao se deparar com um buraco desses na vida real...

Foto tomada à partir da posição dos canos.

Olhando para cima, também há bastante altura mas, comparando com a profundidade, há menos distância se escalamos os aproximados 30 metros. 
Vamos utilizar a escada que está à esquerda...

Dando um zoom, se nota que é limpo lá no alto.
Ok, para escalar o fosso, damos a volta e subimos por essa escada. 
A escada tem o aspecto de ser insegura, mas surpreendentemente está bem sólida ainda. 
Um dia essa escada cairá corrompida pelo tempo, mas este momento não é agora.

Como eu não trouxe o flash Speedlight, a luz do flash convencional da câmera não ilumina muito bem...
E ainda por cima, não há lugar para instalar o tripé...
Para não falar que nem chegamos a ver o elevador nessa escuridão.
Ok, vamos seguir um pouco mais.

A escada é imensa...
As cenas em que descansamos foram assim, com os pés apoiados nas vigas e tomando fotos.
Mas logo acima, achamos um buraco na lateral!
Finalmente encontramos a área de mineração da 'mina XXX'! ("mina XXX", pois no original eles a chamam de "mina OOO"...Riso For Os manolos são muito discretos.Riso For rusmea.com)

No entanto, fora este salão, não encontramos nenhum caminho que nos levasse à outro lugar.
O dispositivo que aparece na foto, é um tanque de armazenamento de minério transportado pelo fosso vertical e derramado aqui.
O minério era separado para os lados por aquele triângulo e armazenado no tanque.
Investigamos, mas naquele momento, não conseguimos descobrir para onde era transportado o material, só alguns dias depois, descobrimos que era despejado em outro local.

Uma olhada no tanque. 
Quase tão profundo quanto o fosso vertical...
Deve ter uns 15 metros de fundura.

Ok, voltamos ao fosso e seguimos nossa escalada. 
Mas por mais que chegássemos ao nosso destino no alto, não encontramos o túnel horizontal! 
Iluminamos por tudo que é lado mas não o achamos. 
Será que...

O que achávamos que era o fosso central da mina, nada mais era que o elevador exclusivo que trazia o material e o armazenava aqui.
Não é o fosso vertical que leva ao nível superior. (Cupiiinchas!Riso For Olhem só esta foto! Riso Forrusmea.com)

Imagino que o leitor já tenha percebido isso pela forma e tamanho deste elevador de carga.
Isso mesmo...
Perdemos a viagem...


No entanto, sem querer, pudemos ver o lugar mais profundo e 'inalcançável' da mina. 
Ok então, vamos tratar de ir para o fundo de volta ao túnel de ligação.


Fala sério...
Hoje cansamos como nunca...
Vamos descer este fosso e ir embora para a superfície. 


Mapa da mina. 

As fotos a seguir, foram tomadas em outra exploração posterior.
Hoje voltamos a explorar a mina com o Senhor YARUO, o Senhor mog e o Senhor Doitef.

Na outra vez, havíamos confirmado a existência da sala de força do elevador de carga, próximo a entrada da mina.

Mas devido a que o nosso objetivo naquele dia, era o de alcançar o túnel do nível superior da mina, não chegamos a explorar o local. 
Hoje vamos dar uma conferida.


O lugar está inundado, com água batendo no joelho. 
Isto não é nem de longe um vídeo game...
Mas não há como não sentir medo do ataque de um monstro aquático! (Tá louco!Riso For  rusmea.com)
O ambiente lembra uma sala de experimentos, talvez por isso, provoque esse medo na gente...


Esse na imagem é o nosso querido Senhor YARUO, o criador de emoções da equipe de explorações.
Se pode notar o nível d'água e o tamanho das instalações ao seu redor.


A plataforma de controle. 
Todos os lugares estão inundados.


Uma enorme máquina de guindagem, utilizada para elevar cargas.


O nosso frio e calmo Senhor Doitef.
Ocasionalmente faz coisas fora de contexto.
É um amigo de confiança com um alto senso de dever.
Porém, ele detesta ultrages e com certeza mostraria as suas garras caso fosse traído.


Pensamos que por aqui seria possível ir ao nível superior mas, infelizmente a escada está retalhada.


O Senhor mog na imagem abaixo, é um amigo que dá extrema importância à ruínas.
Assim como o Senhor Naô, mog também trabalha com cordas e modos de amarração e aprendeu as técnicas de rapel.
Embora não tão jovem, tem um uma grande capacidade atlética, que a utiliza dentro de suas capacidades sem jamais cometer exageros.


Sedimentos bloqueiam uma passagem, mas há um espaço vazio no alto.
A entrada semi-bloqueada, parece dar em mais um túnel que iríamos vasculhar, mas sentimos uma inquietação e decidimos não nos aproximar.
Se a boca desse túnel se abrisse, isso significaria que poderíamos ser sugados juntamente com a água que inunda o local.
Se isso acontecesse, o fluxo d'água seria tão rápido que não nos daria tempo de reagir.

O túnel da esquerda leva à sala de força e ao elevador, mas não havíamos avançado o caminho enlameado em frente.
Tomando cuidado para não cair em nenhuma boca de túnel, nós avançamos por ele.

Encontramos o que parece ser uma antiga tremonha feita de madeira.
Também achamos uma escada de madeira que óbvio, jamais subiríamos, já que nem as escadas de ferro aguentam este ambiente.


Adiante da tremonha de madeira, encontramos uma grande tremonha feita de concreto.
Suspeitamos que o tanque de armazenamento que mostramos antes, despejava o minério aqui, mas sem ir verificar lá em cima, não temos como ter certeza.
Aqui já começamos a nos despedir destes túneis.


Sacos de areia bloqueiam o caminho.
Como a fiação de vários cabos se unem em um só e seguem mina adentro, imaginamos que o caminho continue .
O Senhor Doitef examinou além dos sacos de areia e constatou que o caminho está terrivelmente inundado de lama e terminamos nossa exploração aqui.

Concluímos que exploramos todos os lugares possíveis desta mina e ficamos satisfeitos com mais esta aventura."

Como devem ter notado cupinchas, Riso For eles não falaram em nenhum momento que minério era extraído aqui. Aliás, ele não deram nenhuma informação que determinasse a localização do lugar. Riso For
Imagino que toda essa discrição seja um pouco pelo aspecto legal, já que se trata na verdade de uma invasão de propriedade do governo. Riso For 
Outro motivo de tanto segredo, seria para evitar o acesso de vândalos, mas também, para proteger a vida de eventuais imitadores, já que a experiência pesa bastante em um ambiente desses, onde um erro pode custar a vida. Riso For 

Céus!! Riso For Nunca vou imitar esses caras!! Riso For 

Abrax^^

Assinatura: Não vá embora ainda!Passe na página inicial AQUI e confira outros posts!
Os emoticons espalhados pelo blog são sonoros, clique neles mas cuidado com o volume!
Lista de todos os Smyles sonoros AQUI

7 comentários:

Caio Bov disse...

Bom lugar para passar a noite de sexta-feira assistindo O Exorcista.

Rusmea R. M. disse...


Céus!OO'

Imagina ficar preso num lugar desses!!OO'

Brrrr...

Abrax^^

Marçal Fujibayashi disse...

Que caras malucos... não entrava ai nem para buscar ouro. kkkkkkkkkkkkk

Rusmea R. M. disse...


Rapá!OO'

Tu viu o sacrifício pra entrar na mina?OO'

Tá louco!OO'

kkkkkkkkkkkkkkk^^

Abrax^^

Samuel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Samuel disse...

Lugar fantastico! Isso ae em pleno funcionamento ja deveria ser um perigo, imagina abandonado e decadende... mas ainda sim gostaria de encontrar lugares assim para explorar tambem. Qualqueer hora dessas eu mando umas exploracoes de lugares abandonados aqui da minha cidade.

Samuel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.