Ueba^^

Uêba - Os Melhores LinksUm mundo de conteúdoEstá no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!Tedioso: Os melhores links

quarta-feira, julho 17

Nashi no kijizou - milhares de estátuas em um lugar assombrado

Fonte Fonte Fonte Fonte Fonte


Cupinchas! Riso For 
Quem já esteve no Japão, deve ter visto essas estátuas nas estradas ou em templos.
Ou seja, por tudo que é lugar, sempre se depara com um desses, chamados carinhosamente, de Jizousan Riso For
Hoje compartilho com vocês, milhares deles, depositados em um lugar nas montanhas de Mano, cujo local é considerado mal-assombrado Riso For e as estátuas tem um singular motivo para estarem ali. Riso For 

Segue adaptação:

"Nas montanhas de Mano no distrito de Sado, província de Niigata, Japão, existe o pequeno santuário de Nashi, oculto e pouco conhecido, com milhares, ou quem sabe, dezenas de milhares de estátuas de *Ksitigarbha.
São os Kijizou de Nashi...


A grande quantidade de estátuas Jizou, posicionadas de forma irregular, causam uma sensação indefinível a qualquer um que presencie esse campo.
Pelo fato do lugar estar escondido nas montanhas, a sensação de abandono e solidão são extremas, sendo difícil de não sentir uma pontada de medo.


Inicialmente quem visitou o local, vindo de outros estados do Japão, ficou confuso com o objetivo de tantas estátuas reunidas, o que gerou suposições e lendas urbanas que tratavam o lugar como assombrado, até que os habitantes da região colocaram uma placa com explicações e a finalidade do campo de estátuas.


Se trata de que cada estátua é um representante, um substituto de uma criança que padecia de alguma enfermidade, e para alcançar a graça da cura, ou melhor para substituir o alvo da doença, os pais da mesma, vindos de diversas partes do país, depositam uma estátua no lugar.


Há também as estátuas colocadas pelos pais das crianças que foram curadas, como forma de homenagem e agradecimento.
A lenda do lugar conta que as primeiras estátuas foram retiradas do mar por pescadores e inicialmente, eram colocadas dentro do templo, mas devido a crença de que elas curavam as crianças, aos poucos foram se acumulando, até este ficar sem espaço e começarem a depositá-los no lado de fora, gerando o campo de estátuas Jizou.


O fato é que as explicações sobre a sua finalidade, não mudaram o status do lugar, sendo considerado assombrado e alvo de exploradores urbanos em busca de registro de manifestações fantasmagóricas."


*Nota do tradutor rusmea.com: Ksitigarbha é um bodhisattva muito venerado pelos budistas da China e Japão.
Lhe rendem honras desde o século 4 a. C. na Índia, se tornando popular na China com o nome de Dìzàng e no Japão como Jizou. É venerado como o patrono dos oprimidos e moribundos.
É considerado a deidade que ajuda a sair do inferno, os seres que por suas ações estejam em punição...


...No Japão também se destaca por sua bondade para com os mortos, também é um protetor das criancinhas e dos viajantes. Geralmente é caracterizado como um monge com um halo ao redor de sua cabeça calva, levando consigo um báculo/cajado com o qual, abre as portas do inferno e uma pérola resplandecente para iluminar as trevas...


...Um detalhe sobre a crença nos Jizou, no Japão, seria a sua capacidade de substituição, ou seja, que a doença ou acidente que poderia acontecer com a pessoa, atingiria a estátua, livrando o indivíduo de tais padecimentos. Alguns aspectos geram questões sobre essas estátuas que quase ninguém responde, como o porquê de alguns deles estarem vestidos com babeiros e carapuças ou chapéus...


...Sem pretensões de dar uma explicação definitiva sobre suas vestimentas, já que as crenças e suas aplicações variam de região para região no Japão, inicialmente seria a de que como são considerados substitutos, principalmente de crianças, ao proteger a estátua se protegeria a criança do frio e consequentemente de resfriados...Riso For


...Curiosamente, crianças no Japão são vestidas com pouca roupa, mesmo no inverno, o que causa a singular situação de uma estátua protegida do frio e a criança não. Riso For 


Ainda, o babeiro branco seria um pedido para que a criança cresça forte e saudável, já o babeiro vermelho, é um pedido para a proteção da alma da criança falecida.
No caso dos Kijizou de Nashi, é justamente essa crença no poder de trocar de lugar com o doente, no caso, crianças, que gerou esse campo de estátuas. NDT. rusmea.com.


(Crônica do Rusmea: Na província de Kyushu, na montanha atrás da casa dos avós desde que vos escreve, rusmea.com, há um pequeno templo, semelhante a uma capela na beira da estrada...Riso For
Quando visitei o lugar, eu estranhei muito e ao perguntar ao meu Pai do que se tratavam as 7 estátuas de Jizou colocadas no local, ele me respondeu que há muito anos, 7 bandoleiros atacavam os viajantes naquele preciso lugar da estradinha. Riso For 

Esses caras incomodaram tanto que a polícia da época deu busca na região, os encontrou e os executou por decapitação ali mesmo. Riso For 
Caso resolvido, se não fosse pelos fantasmas dos bandoleiros que insistiam em atacar quem passasse pelo local...Riso For 



Assustados, os habitantes providenciaram cerimônias e estátuas de Jizou para acalmá-los, ou para substituir o alvo de seus ataques...Riso For 
Desde então eles nunca mais voltaram a aparecer...Riso For Acho! Riso For)

Imagens dos Kijizou de Nashi:





















Apesar da finalidade do local ser muito bonita e ainda revelar mais um aspecto da cultura Nipônica, eu achei esse lugar tão assustador que eu não passava nem perto! Riso For Principalmente à noite!Riso For

Vaaaaaaai pra luz!!! Riso For Pra luz!!!Riso For

Abrax

Assinatura: Não vá embora ainda!Passe na página inicial AQUI e confira outros posts!
Os emoticons espalhados pelo blog são sonoros, clique neles mas cuidado com o volume!
Lista de todos os Smyles sonoros AQUI

11 comentários:

raphael disse...

peraí, e o chuck, ta fazendo o que na ultima foto? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk omgomgomg

Rusmea R. M. disse...


O Chuck está fazendo um contrato com a Yakuza!XD

Questo é cozanostra!XD

kkkkkkkkkkkkkkk^^

Abrax^^

Marçal Fujibayashi disse...

Esses Jizou são muito comuns no Japão mesmo... vc encontra nas ruas, nas estradas, nos portões das casas e até no meio do mato... kkkkkk Também são fáceis de serem comprados... quando estive em Shigaraki, local famosíssimo pela arte da cerâmica comprei uma dúzia de pequeninos Jizou desses em cerâmica que trouxe como omiyage para os parentinhos no Br... ainda devo ter um que guardei para mim.
Mas esse Chuck ai... sakanage... nada a ver... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Rusmea R. M. disse...


Muito legal^^

Mas quando reunidos, cobertos de limo no meio da montanha e ainda por cima negociando com o Chuck OO'...O bagulho fica assustador!OO'

kkkkkkkkkkk^^

Abrax^^

Noite Sinistra disse...

Lugar lindo esse hein, mas ao mesmo tempo estranho...em meio a tantas estatuetas, a gente deve ficar meio paranoico se sentindo observado...rsrsrsr

Rusmea R. M. disse...


O primeiro a postar que não fala do chuck da última foto^^

kkkkkkkkkkkkkkkk^^

Abrax^^

Anônimo disse...

"Babeiro"? Conhecia isso como "Babador"...

Rusmea R. M. disse...


Ops!^^

Acabei usando o termo lá do sul^^

Abrax^^

Anônimo disse...

Tranquilo... Abraço pra você também!

wulfgar disse...

muito legal esse lugar.uama obseernaçao:por mais diferentes q sejam as culturas,existem certas semelhanças,essa creça dos budistas japoneses lembra muito a dos catolicos,que em certos santuarios ,costumam depositar exvotos pedindo pela cura de doenças ou agradecendo uma dadiva recebida,abç.obs.o chuck ta te chamando veio.vem ca rusmea,vem ca,....kkkkkk

Rusmea R. M. disse...


Realmente, sempre se encontra semelhanças entre culturas e crenças^^

Mas o Chuck vai ficar me chamando a vida toda!!OO'

Não vou! OO' Não passo nem perto desse lugar!!OO'

Vaaaai pra luz!!!OO'

Abrax^^