Ueba^^

Uêba - Os Melhores LinksUm mundo de conteúdoEstá no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!Tedioso: Os melhores links

domingo, junho 23

O cemitério dos estrangeiros de Yokohama

Fonte



Cupinchas...Riso For
Hoje eu compartilho com vocês um pouco sobre este singular cemitério no Japão. Riso For

Segue adaptação:


O cemitério dos estrangeiros de Yokohama,  está localizado na cidade de Yokohama no estado de Kanagawa, assim como a fundação que o gerencia.
Do século 19 à meados do século 20, foram lá sepultados, 4400 indivíduos de mais de 40 países.


(Suspiro...¬¬ Cupinchas! Riso For  Pulem essa parte do texto se não quiserem morder a língua com esse monte de palavreado estranho! ¬¬'  rusmea.com)
No ano 6 do período Kaiei (1853), o comodoro Matthew C. Perry, com seus quatro navios negros Mississippi, Plymouth, Saratoga e Susquehanna, apareceu de repente na Baía de Tóquio e surpreendeu o povo Japonês. Perry desembarcou em Kurihama ao sul de Yokosuka na península de Miura e entregou uma carta do presidente Millard Fillmore e exigiu ao Bakufu, o governo do shogun, que abrissem os portos para os navios americanos.


No ano 7 do período Kaei (1854), um jovem marinheiro chamado Robert William, morre ao cair acidentalmente do mastro da fragata Americana Mississíppi. O comodoro Perry então, expressou o desejo de sepultá-lo em um lugar com vista para o mar. O pedido foi atendido e um lugar foi preparado nos limites do cemitério Zoutokuin da então vila de Yokohama.


Após esse episódio, os estrangeiros começaram a serem sepultados nas proximidades e em 1861, o lugar foi reconhecido como cemitério exclusivo para estrangeiros.
Basicamente, o local é privado e é vetada a divulgação da parte interna, no entanto, de março a dezembro aos sábados e domingos o local é aberto a visitação.


O cemitério conta ainda com um centro de arquivos com informações dos lá enterrados.
É surpreendente que o lugar tenha tantas sepulturas ao estilo cristão e chega-se a pensar que o lugar sempre foi católico mas não.


O local sempre fez parte do cemitério de Shingonshujun (Uma das religiões Japonesas. NDT. rusmea.com) de Motoyama Zoutoku da atual cidade de Motomachi e até o início dos anos 90, os serviços funerais eram realizados por essa religião.


No período Meiji (1868-1912), o governo Japonês concedeu um terreno de 18 mil e 500 metros quadrados à uma fundação não governamental. Desde então, o cemitério é mantido pela fundação The Yokohama Foreign General Cemetery que conta com doações financeiras do mundo todo para manter a necrópole e a cada ano, os valores de manutenção aumentam, sendo muito difícil manter esse lugar histórico.


O cemitério de estrangeiros de Yokohama é o mais antigo do gênero e um dos mais famosos ao lado dos cemitérios de Hakodate, Aoyama em Tóquio, de Osaka e Kobe e os cemitérios dos Chineses, e o da federação Inglesa de Yamanote entre outros. Mesmo em Yokohama há mais dois do Gênero.


Muitas tumbas são bem peculiares pela própria originalidade arquitetônica em si.


Outras também o são pelo ecletismo religioso...


...Ou pela aparente coexistência religiosa entre o ocidente e o oriente, expressados em suas lápides.


O lugar também é um reduto de gatos abandonados.




Imagens:











































Naturalmente que os cemitérios de estrangeiros, também são alvo de exploradores urbanos em busca de manifestações fantasmagóricas como na foto acima, que foi tomada à noite...Mas isso é assunto para um outro post, conforme material disponível para publicação. Riso For

Mais imagens:


Abrax

Assinatura: Não vá embora ainda!Passe na página inicial AQUI e confira outros posts!
Os emoticons espalhados pelo blog são sonoros, clique neles mas cuidado com o volume!
Lista de todos os Smyles sonoros AQUI

Nenhum comentário: