Ueba^^

Uêba - Os Melhores LinksUm mundo de conteúdoEstá no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!Tedioso: Os melhores links

segunda-feira, maio 20

Os anjos de Mons - aparições fantasmagóricas na primeira guerra mundial

Fonte Fonte Fonte 


Cupinchas! Riso For 
Hoje eu compartilho com vocês esta estranha história (ou lenda sei lá! Riso For ) de um suposto incidente ocorrido na primeira guerra mundial Riso For
Como vocês já sabem, eu fico meio cabreiro com essas coisas do além... Riso For (É medo mesmo! Riso For)

Segue adaptação:

"Ao longo da história há um grande número de batalhas em que soldados afirmam ver ou ter algum tipo de experiência paranormal. Uma das mais famosas e de grandes proporções, pelo número de testemunhas e pelo eco que dela se fez, sucedeu na Primeira Guerra Mundial, em 1914 na região francesa de Mons.


A grande guerra que se travou entre 1914 e 1918 com uma repercussão e participação nunca antes vista e da qual, não se aprendeu o suficiente, pois tão triste episódio se repetiu anos depois, além de mais de 10 milhões de mortos e cidades arrasadas, também deixou muitas histórias estranhas narradas pelos soldados, talvez devido ao medo ou à adrenalina no meio do fragor de uma batalha.

Algumas dessas histórias rapidamente correram como a pólvora utilizadas nas batalhas que se travavam, pode que para subir a moral dos soldados a quem as contavam ou pode que talvez os protagonistas das mesmas vissem algo fora do normal no meio de tanto horror. Uma das mais famosas, senão uma das mais extraordinárias dessas histórias, é a ocorrida no dia 26 de agosto de 1914 em Mons.


O exército britânico sob o comando do general John French, tinha desembarcado na França para lutar na região das Ardenas contra o exército do império alemão, bem mais numeroso. No dia 23 de agosto, French teve que se retirar depois de uma violenta batalha com a intenção de se reagrupar e atacar de maneira contundente os alemães, mas essa noite seus superiores lhe ordenam que se retire para o sul, deixando à descoberto o flanco de seu exército e exposto a certeza de um ataque que causaria um grande número de baixas.


Os soldados acataram a ordem com resignação, mesmo sabendo do perigo, e avançaram pelo meio do bosque perseguidos de perto por um batalhão alemão, quando de repente uma espesso nevoeiro lhes rodeia, lhes impedindo de ver a saída daquele bosque. O desânimo começa a apoderar-se dos soldados sabendo que se não conseguissem sair dali, em algumas horas estariam rodeados pelo inimigo.


De repente e segundo os depoimentos de vários soldados, aparece um feixe de luz brilhante da qual surge uma figura alta com duas asas longas e brancas, que  faz um gesto para que as assombradas testemunhas lhe sigam.
Temerosos, levantam-se e começam a seguir à imponente figura por uma zona que uns minutos antes havia sido explorada e onde não tinham encontrado nenhum caminho, é mais, o amplo caminho que agora se achava perante deles, não figurava em nenhum de seus mapas.


Mas os alemães conseguiram interceptá-los, antes que abandonassem o bosque e quando os britânicos se davam por mortos, os soldados relataram que do nada, à igual que a misteriosa figura que os tinha guiado, surgiu um estranho exército cujos pés não tocavam a terra, que se interpôs entre ambos os bandos fazendo que os cavalos dos Alemães saíssem em disparada e que o exército alemão se retirasse ante a fantasmagórica presença.


Apesar de prometerem manter silêncio sobre os fatos, a curiosidade da população em querer saber como tinham regressado de uma morte certa pelas mãos do inimigo, fez que pouco a pouco os fatos começassem a ser conhecidos pela população e o rumor se espalhou rapidamente. Uns diziam que quem lhes havia salvado, eram os espíritos dos arqueiros de outra famosa batalha que se travou nesse bosque de Angincourt em 1415, mas para a maioria não havia dúvida, aqueles seres eram Anjos, daí que a este episódio se conheça como os "Anjos de Mons

Em setembro desse mesmo ano, um escritor britânico chamado Arthur Machen, publicou no diário londrino  “Evenig News”  o relato que tinha chegado aos seus ouvidos, dando ao conhecimento do público o ocorrido. Na publicação escreveu que era o próprio São Jorge comandando os arqueiros de Angicourt. 
Dias mais tarde Machen reconheceu que tudo se passava de uma fábula para tempos difíceis, já que ele queria que as pessoas acreditassem em Deus e na intervenção divina contra os Alemães "anti-cristãos" daquela época. 

Mas o depoimento de multidões de soldados que estavam já de regresso, reforçaram a história em diferentes aparecimentos públicos (Um fato importante sobre o "Anjos de Mons" é que nada foi narrado pelas próprias testemunhas do ocorrido. Todos mantiveram o anonimato, supostamente com medo do ridículo ou de obstáculos para a promoção no exército. Não há testemunhas identificadas e a história ganha conotações de lenda. NDT, rusmea.com). Um oficial relatou como os Anjos lhes salvaram de uma morte certa ao evitar que os alemães lhes atacassem, e outro inclusive afirmava como dois cavaleiros fantasmagóricos lhes escoltaram até chegar sãos e salvos no território aliado.


Desse modo o mistério se tornou ainda mais intrigante. Apesar da publicação desmentindo o ocorrido, muitos soldados confirmaram os rumores relacionados à batalha de Mons, e o exército chegou a acreditar que algo sobrenatural havia ocorrido naquele bosque.
Talvez nunca venhamos a saber se esta história ou lenda tem algo de verdade ou se foi apenas um aditivo para levantar a moral das pessoas. Talvez essas visões fossem causadas pelo cansaço, talvez inventadas.
No entanto, aqueles anjos chegaram a ser tão reais para as pessoas como a própria guerra."



Estranho né? Riso For 

Abrax^^

Assinatura: Não vá embora ainda!Passe na página inicial AQUI e confira outros posts!
Os emoticons espalhados pelo blog são sonoros, clique neles mas cuidado com o volume!
Lista de todos os Smyles sonoros AQUI

4 comentários:

Silvio OMR disse...

Nota dez

adoro esses assuntos de guerras antigas com o sobrenatural

Rusmea R. M. disse...


Obrigado^^

Mas nem vou mandar para os agregadores^^'

Meu blog está ficando com cara de depósito de coisa velha!^^ kkkkkkkkkkkkkk^^

Abrax^^

Noite Sinistra disse...

Impressionante essa história...

Rusmea R. M. disse...


Ainda deve existir muitas histórias assim perdidas por aí né?^^

Abrax^^