Ueba^^

Uêba - Os Melhores LinksUm mundo de conteúdoEstá no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!Tedioso: Os melhores links

sexta-feira, maio 17

Man-Pupu-Nyor - a lenda dos gigantes de pedra

Fonte Fonte Fonte 


Cupinchas! Riso For 
Hoje eu compartilho com vocês uma lendinha até meio conhecida, sobre os gigantes de pedra dos Urais Riso For 
E as imagens das formações rochosas de Man-Pupu-Nyor Riso For 

Segue adaptação:


"Conta a lenda que em tempos antigos, nos espessos bosques dos montes Urais na Rússia, vivia a poderosa tribo dos Mansi, cujos homens eram capazes de vencer os ursos e de correrem mais rápido que os cervos.
Os Mansi eram uma antiga tribo de caçadores e experientes curtidores de couro, as mulheres confeccionavam roupas de pele fina, únicas em todo o Ural. Conta-se que os espíritos que habitavam a montanha sagrada Yalping Nyeri, ajudavam os Mansi pois, seu líder Kuuschay, era um homem sábio e sabia contentá-los.


O líder tinha um casal de filhos. Sua filha, esbelta como os pinheiros que crescem nos bosques densos, cantava tão bem que inclusive os animais, corriam ao vale de Ydzhid Lyagi para a escutar.
Os rumores sobre a beleza da filha de Kuuschay, chegou até os ouvidos do gigante Torev, que junto com  sua família se encontrava caçando nas montanhas Urais próximas. O gigante, embevecido pela beleza da jovem, exigiu sua mão a Kuuschay. Mas o velho líder negou-se a entregar a sua filha e Torev, enfurecido, chamou os seus irmãos gigantes para tomá-la à força.

Aproveitando que o filho do líder, Pygruchum, junto aos guerreiros da tribo tinha saído às montanhas para caçar, os gigantes cercaram o povo dos Mansi que, durante todo um dia, resistiram aos ataques dos titãs de suas altas muralhas de cristal. Sob uma nuvem de flechas, o chefe Kuuschay gritou da torre mais alta: - 'Oh, bons espíritos, salvem-nos da morte! Que Pygruchum volte para casa!'



Nesse mesmo instante, entre trovões e relâmpagos, baixou um espesso manto de nuvens das montanhas que em segundos cobriria a cidade para protegê-los dos gigantes. Mas o gigante Torev, correndo e esmagando tudo ao seu caminho e reboleando a sua gigantesca maça, chegou até a base da fortaleza justo no momento em que o líder desceu da torre e as negras nuvens cobriam tudo e com todas as suas forças, descarregou a sua maça contra a muralha de cristal que se desintegrou em milhões de pequenos pedaços.

A escuridão era total e o vento soprava com força, fazendo voar os pequenos cristais por todos os lados. Os gigantes decidiram esperar na crista da montanha a que as nuvens se dissipassem e que os primeiros raios do alvorecer, iluminassem os restos da fortaleza para poderem acabar com os que tivessem sobrevivido, mas estes, aproveitando a escuridão mágica que lhes tinham presenteado os espíritos tinham fugido sem ser vistos para as montanhas próximas.

Ao amanhecer, o nevoeiro começou a dissipar e os gigantes estavam preparados de novo para o assalto mas, ante a sua surpresa, os primeiros raios do sol mostraram o jovem Pygruchum encabeçando a seu exército de guerreiros.

Do alto do monte, o panorama mostra a natureza intocada dos Urais do norte

No braço do guerreiro, resplandecia um brilhante escudo e em sua mão, portava uma espada que lhe tinham dado os bons espíritos para vencer aos gigantes. Alçando a espada ao sol, de sua ponta surgiu um feixe de fogo que se dirigiu diretamente aos olhos de Torev, que enfurecido, corria junto a seus irmãos contra Pygruchum e os guerreiros.

Lentamente, os movimentos dos gigantes foram-se retardando, o feixe de luz converteu-se em uma gigantesca cúpula que cobria os titãs e ao próprio Pygruchum, os guerreiros dos Mansi contemplavam a cena à distância, preparados para atuar em qualquer momento e, de repente, um ribombar soou no alto do monte, tão forte como um trovão e se apagou a reluzente luz. Os gigantes tinham-se convertido em pedra mas, para consegui-lo, o jovem Pygruchum tinha-se sacrificado e teve a mesma sorte.

Desde esse longínquo dia, na remota região dos Urais, permanecem impassíveis ao tempo as pétreas figuras dos gigantes e do guerreiro que conseguiu os vencer e em todas as montanhas dos arredores se podem encontrar espalhados, pequenos cristais de rocha, restos da fortaleza dos Mansi que Torev destruiu com sua maça.


Esta peculiar lenda, é uma das muitas que se contam sobre as espetaculares formações geológicas de Man-Pupu-Nyor (Мань-Пупу-Нёр), que em idioma local significa 'pequena montanha dos Deuses'.
Estes totens encontram-se na fronteira euro-asiática, na república de Komi, nas suaves colinas do interior dos montes Urais.


Chegar ali não está ao alcance de todos, já que o núcleo povoado mais próximo se encontra a 200 quilômetros de distância e ou bem se chega em helicóptero, ou caminhando durante vários dias ou ainda,  em moto de neve, no inverno.

Segundo os geólogos, estas formações têm uns 200 milhões de anos de antiguidade e formaram-se pela erosão da montanha.
O conjunto está catalogado como uma das maravilhas da Rússia e, com seus gigantes de até 42 metros de altura, estes curiosos totens têm sido sagrados para os Mansi, que habitam esse lugar desde tempos imemoriais."









Um belo vídeo que mostra essas grandiosidades naturais:

Particularmente, eu rusmea.com, achei essa lenda muito parecida com alguns trechos dos filmes O Senhor dos anéis, O Hobbit e games of thrones Riso For 

Abrax^^

Assinatura: Não vá embora ainda!Passe na página inicial AQUI e confira outros posts!
Os emoticons espalhados pelo blog são sonoros, clique neles mas cuidado com o volume!
Lista de todos os Smyles sonoros AQUI

Nenhum comentário: