Ueba^^

Uêba - Os Melhores LinksUm mundo de conteúdoEstá no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!Tedioso: Os melhores links

sábado, fevereiro 23

O "Anjo da Morte" e a família judia com sete anões

Fonte Fonte Fonte Fonte


Cupinchas...
Ainda bem que existem pessoas preocupadas em salvar e resgatar a memória, como no caso dos dois autores do livro que virou fonte de consulta para que grandes sites pudessem publicar esta história e assim, evitar que passasse em branco...

Segue:
"Antes de morrer, a mãe dos sete anões Ovitz deu-lhes um sério conselho 'Aconteça o que acontecer, mantenham-se juntos.' E foi o que fez essa família de judeus da Transilvânia, viajando por meia Europa, que pagava para ver, divertida, a maior família de anões do mundo. 


Quando chegaram a Auschwitz em Maio de 1944 os irmãos continuavam juntos - os sete anões e dois outros de estatura normal.



Alvo do riso dos soldados nazis, isso não impediu que os Ovitz fossem de imediato forçados a despir-se e serem enviados para um pavilhão que julgaram destinar-se a banhos. Quando o gás começou a ser sentido, começaram todos a gritar, contou por várias vezes Perla, a mais jovem da família e que morreu em Setembro de 2001 em Israel. 


De repente ouviram uma voz irritada perguntar 'Onde está a minha família de anões?' Era Josef Mengele, o médico nazi que se celebrizou pelas suas terríveis experiências científicas com prisioneiros dos campos de concentração. 


A partir desse momento, os Ovitz ficaram sob proteção pessoal daquele a que os sobreviventes de Auschwitz chamaram 'Anjo da Morte'. E estavam todos vivos, e juntos, quando as tropas soviéticas libertaram o campo em finais de Janeiro de 1945.


A incrível história da família Ovitz foi contada em livro em 1994 pelos jornalistas israelitas Yehuda Koren e Eilat Negev, graças ao testemunho de Perla, a última sobrevivente. Editado inicialmente em francês, sob o título de (Nous étions des géants. L'incroyable survie d'une famille juive de lilliputiens (Payot)) 
cujo título do livro no Brasil é "Gigantes no coração".

Capa do livro:

O livro teve honras de destaque na última edição da revista Le Nouvel Observateur, com os jornalistas Alain Chouffan e Catherine David repetindo a eterna pergunta Porque salvou Mengele a família Ovitz?


"Um dos casos registrados sobre o tratamento dado aos anões por Mengele, está o da Família Orvitz, conhecidos na Romênia como Trupe Lilliput, eram uma família de artistas formada por sete anões, mais seus irmãos altos."


As teses são várias e sempre relacionadas com a bizarra personalidade de Josef Mengele, que gostava de crianças e um dia terá confessado adorar a história de A Branca de Neve e os Sete Anões. Doutorado em Antropologia, com uma tese sobre as diferenças raciais, o médico nazi notabilizou-se em Auschwitz com experiências com gêmeos. 


Depois de escapar por várias vezes aos Aliados, quando da derrota alemã na Segunda Guerra Mundial, fugiu para a América Latina, tendo aberto uma loja de brinquedos na Argentina. Viveu nesse país longos anos, depois no Paraguai e no Brasil, escapando à perseguição da Mossad israelita. Morreu afogado em 1979 quando uma crise cardíaca o surpreendeu enquanto nadava. Só 13 anos depois as suspeitas sobre a sua identidade foram finalmente confirmadas, graças aos testes de DNA.


No seu laboratório em Auschwitz, Josef Mengele examinou ao pormenor, durante meses, os sete anões judeus. Interessava-lhe especialmente a sua sexualidade. 


Ao mesmo tempo garantia que as suas condições de vida no campo fossem suportáveis. Quando o Exército Vermelho se aproximou, o médico fugiu levando a documentação sobre os Ovitz. Estes, após uma breve passagem pela União Soviética, emigraram todos para Israel.


Abrax

Assinatura: Não vá embora ainda!Passe na página inicial AQUI e confira outros posts!
Os emoticons espalhados pelo blog são sonoros, clique neles mas cuidado com o volume!
Lista de todos os Smyles sonoros AQUI

2 comentários:

Noite Sinistra disse...

Demais essa postagem...ela me fez criar grande interesse por ler esse livro...

Já escrevi sobre Mengele e sobre as experiências realizadas pelos nazistas...o assunto segunda guerra mundial sempre me chama atenção...

Rusmea R. M. disse...

Pois é Noite...

Eu estava até querendo deixar de postar sobre guerras...

Mas devido a que sempre encontro informações não muito divulgadas, ou inéditas (Como o paiol de explosivos Japonês que vou publicar hoje)
acabo me sentindo na obrigação de compartilhar e assim enriquecer as opiniões das pessoas. (mas sem jamais querer dividi-las é claro!^^')

Abrax