Ueba^^

Uêba - Os Melhores LinksUm mundo de conteúdoEstá no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!Tedioso: Os melhores links

terça-feira, fevereiro 12

Kumis cremoso e alcoólico...



Ah...As minha DILIÇA! Riso For
Cupinchas! Riso For 
Hoje lhes trago essa receitinha de um tipo de iogurte alcoólico supimpa! Riso For 
É muito! Riso ForMuito saboroso! Riso For
Curiosamente, apesar do teor alcoólico, ainda que baixo, o kumis e aconselhado a lactantes, crianças e idosos na Mongólia! Riso For 

Segue:
O kumis, kymys ou airag é um leite de égua acidificado e fermentado, muito apreciado em toda a região da Ásia Central.
Também é assim chamada quando preparada a partir do leite de camelo ou de mula.
Há registros da existência da bebida desde o século V a.C., tendo sido mencionada pelo historiador Heródoto. 
O nome é derivado de uma tribo que habitava a região do rio Kuma, no sudoeste da atual Rússia, próximo ao Mar Cáspio.
É uma bebida refrescante, que contém de 0,6 a 2,5% de álcool etílico e 0,7 a 1,8% de ácido lático. 
O preparo pode durar entre 3 e 21 dias. Por possuir uma propriedade efervescente, pode provocar a quebra do recipiente, tornando o kumis pouco adequado ao transporte entre longas distâncias.

Ingredientes

• 2 litros de leche de égua Fresca
• 8 colheres de kumis velho ou 12 bacilos búlgaros
• açúcar a gosto

Preparo

Com as 8 colheres de kumis, simplesmente se bate com o leite e se deixa descansar por 12 horas e já se pode consumir adicionando açúcar a gosto.

Para o kumis alcoólico, desde o momento em que se mistura o kumis, se chacoalha a cada 6 horas por 3 dias seguidos ou mais. (Quanto mais se chacoalha, mais alcoólico ele fica! Riso For  )
É importante usar o recipiente adequado, que pode ser um cantil de bucho de camelo, ou um simples galão daqueles de combustível. Riso For



Salud! Riso For 

DILIÇA! Riso For

Abrax^^

Assinatura: Não vá embora ainda!Passe na página inicial AQUI e confira outros posts!
Os emoticons espalhados pelo blog são sonoros, clique neles mas cuidado com o volume!
Lista de todos os Smyles sonoros AQUI

Um comentário:

Andre Sachse disse...

Eu até consegui que a égua me desse um pouco do leite que daria ao potro, mas não fui capaz de convencê-la a me dizer onde encontrar os bacilos em São Paulo... Rss