Ueba^^

Uêba - Os Melhores LinksUm mundo de conteúdoEstá no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!Tedioso: Os melhores links

terça-feira, fevereiro 26

Baleeiros Japoneses e Sea Shepherd - a guerra naval continua

O pau está comendo na Antártida cupinchas! Riso For 

Segue:


A luta entre os baleeiros japoneses e o Sea Shepherd continua, mais violenta do que nunca. Esta quarta-feira, nos mares da Antártida, um navio japonês de caça à baleias colidiu contra dois navios do grupo ecologista Sea Shepherd.
A luta do Sea Shepherd dura desde 1977, data da sua fundação, tendo as embarcações japonesas como um dos principais alvos das suas ações. Segundo conta o Público, a organização sem fins lucrativos tem no local, desde Novembro, vários navios e outros recursos para tentar impedir os barcos japoneses de caçar baleias, sob o pretexto de que se deve a investigação científica, razão que a Sea Shepherd aponta como sendo falsa.


Esta quarta-feira, os confrontos resultaram no choque do navio japonês Nisshin Maru com duas embarcações da Sea Shepherd, algo que, segundo a organização, terá sido intencional. Paul Watson, fundador do grupo ecológico, disse no seu Facebook que "o Nisshin Maru atirou-se contra o Steve Irwin e o Bob Barker, mas ambos os navios continuam a manter suas posições", acrescentando mais tarde, à cadeia televisiva australiana 3 News, que as embarcações do seu grupo estavam tentando impedir que o Nisshin Maru se reabastecesse no mar, a partir de um navio-tanque sul-coreano, navio no qual a embarcação japonesa acabaria por bater.


O Público conta que a Sea Shepherd emitiu um sinal de socorro exigindo ao Governo australiano que enviasse navios para o local, perto da Estação de Investigação Casey, que o país mantém na Antártida. Um dirigente do Sea Shepherd disse, em Melbourne, que o episódio representa “uma violação grosseira da legislação internacional pelos japoneses".




É importante referir que o Instituto de Investigação de Cetáceos, entidade responsável pelas missões japonesas de caça à baleia e que no documentário The Cove é retratada como uma entidade corrupta, tem uma opinião oposta e tem repetidamente acusado a Sea Shepherd e a Greenpeace de utilizarem métodos ilegais e violentos na sua luta. O instituto acusa os os ecologistas de atirarem bombas de fumaça, garrafas com ácido, rojões e até raios laser de elevada potência contra os navios japoneses, entre outras táticas ou manobras que a instituição considera ilegais.


Refira-se que em Dezembro passado um tribunal norte-americano proibiu a organização Sea Shepherd de se aproximar além de 500 metros dos baleeiros japoneses nos mares da Antártida. Paul Watson, por sua vez, é procurado pela a Interpol, devido a um processo em que é acusado de ter colocado em perigo a tripulação de uma embarcação que caçava tubarões na Costa Rica em 2002. O Japão caça centenas de baleias todos os anos, alegadamente para fins científicos, constituindo uma das pouca exceções da Comissão Baleeira Internacional à moratória à captura comercial adotada em 1986.


Adicionando informação à notícia do surfportugal.sapo.pt, curiosamente os comentários em blogs e site Japoneses são TODOS de reprovação aos métodos do Sea Shepherd, no qual, esses usuários da internet, chamam a organização de "terrorista", "extremista", "Pirata" e vários nomes feios...(Uma clara demonstração de que o Sea Shepherd está vencendo esta batalha Riso For )
Eu por minha vez, exulto com a notícia!
Enquanto os baleeiros Japoneses estão consertando o estrago, baleias deixam de virar Sushi em restaurantes caros de Tóquio.





Abrax

Assinatura: Não vá embora ainda!Passe na página inicial AQUI e confira outros posts!
Os emoticons espalhados pelo blog são sonoros, clique neles mas cuidado com o volume!
Lista de todos os Smyles sonoros AQUI

Nenhum comentário: