Ueba^^

Uêba - Os Melhores LinksUm mundo de conteúdoEstá no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!Tedioso: Os melhores links

sexta-feira, janeiro 25

Panmunjon - o lugar em que turistas podem ser baleados...



Cupinchas! Riso For 
Sempre soube da existência dessa fronteira e que sempre ocorreram incidentes por lá...Riso For
Mas eu não imaginava que seria um ponto turísticoRiso For 
Ma-no-lo! Riso For Tu tá passeando de boa por lá e de repente o pipoco come!!! Riso For  Já pensou? Riso For 
Eu passo loooonge desse lugar escaganifobético!!! Riso For 

Segue:



Panmunjon está localizado na área mais sensível da zona desmilitarizada da Coreia. É o único centro turístico onde os visitantes são obrigados a assinar uma autorização para assumir a responsabilidade de "lesão ou morte como resultado direto da ação do inimigo."



Panmunjon é uma pequena aldeia, a cerca de 55 km ao norte de Seul, que fica na fronteira entre a Coreia do Norte e do Sul. A trégua que encerrou as hostilidades entre os dois países foi assinada aqui, em 1953, mas como nunca houve um acordo de paz, os dois lados ainda estão oficialmente em guerra mesmo depois de mais de cinquenta anos e 1 milhão de homens ficarem de guarda em torno da zona desmilitarizada. Apesar do nome, esta faixa de 4 quilômetros de terra que separa as Coreias é a região mais fortemente armada no mundo: Casamatas, minas terrestres, arame farpado e linhas de retenção de tanques cercam a fronteira e todo o trecho em volta a meio caminho para Seul no Sul e Pyongyang no norte.



Um quilômetro a leste da agora deserta aldeia fica a área de segurança comum, uma mancha quase circular de terra, onde é policiada em conjunto pelo Sul e pelo norte, onde os dois lados, ocasionalmente, se encontram para discussões e tiros. ( Riso For )  Na maioria das vezes os soldados apenas olham uns aos outros penetrantemente través da fronteira.



Eles não são autorizados a cruzar a linha de demarcação do outro lado desde o chamado incidente Axe Murder em 1976 quando dois soldados norte-americanos foram mortos a machadadas por soldados norte-coreanos, do mesmo modo que esses americanos tentaram cortar uma árvore na zona desmilitarizada.
É um lugar perigoso, mas é também uma enorme atração turística. Todos os anos milhares de turistas visitam a aldeia para ver a última fronteira da guerra fria. É como se fosse um parque temático bizarro de cataclísmica destruição em massa.



A viagem de 62 km, no sentido de Panmunjon é uma vista e tanto. A ampla rodovia torna-se estranhamente vazia quanto próximo da fronteira, como se sua principal finalidade fosse com que os tanques estejam lá o mais rápido possível caso a guerra exploda. Para repelir uma invasão, ambos os lados da rodovia, são cobertos com arame farpado e dotados de postos de observação a cada poucas centenas de metros.



Nas proximidades das colinas, metralhadoras instaladas, conjuntos de sacos de areia para defesa e algumas pontes acima da rodovia têm enormes blocos de concreto que podem ser dinamitados para bloquear a estrada.


Uma das principais atrações em Panmunjon é uma visita ao "powder-blue", um edifício histórico onde oficiais dos dois lados se encontram ocasionalmente. Uma mesa de conferência, coberta com veludo verde é colocada diretamente sobre a linha da fronteira, e o cabo do microfone que passa por baixo da metade da mesa é reconhecido oficialmente como fronteira internacional.



Quando os turistas são conduzidos para o edifício, quatro soldados do comando da ONU liderados pelos EUA, destacam-se em cada extremidade do edifício guardando os turistas, enquanto soldados norte-coreanos zanzam até as janelas e espreitam  através do vidro. Os turistas são advertidos para não fazer contato visual ou gestos de qualquer tipo que possam contrariar os guardas norte-coreanos e seguem um rigoroso código de vestir. Bermudas jeans curtas ou qualquer outra roupa provocante não é permitida.



"Não tenho certeza se eu recomendaria a zona desmilitarizada como um destino de férias", escreveu Kevin Sullivan no Washington Post, "mas para quem planeja estar na Coréia do Sul a negócios ou em férias de qualquer maneira, este lugar não pode ser desperdiçado - é um dos lugares mais fascinantes e mais estranhos que se pode chegar em ônibus de turismo".







Vídeo só pra ter uma ideia do ponto turístico:



Tenso! Riso For 

Abrax^^'

Update:

Nos comentários, o Cupincha Julio Cesar indica este documentário legendado:

http://www.youtube.com/watch?v=wRz1mrx4Jys

Vale a pena dar uma conferida^^

Abrax^^

Assinatura: Não vá embora ainda!Passe na página inicial AQUI e confira outros posts!
Os emoticons espalhados pelo blog são sonoros, clique neles mas cuidado com o volume!
Lista de todos os Smyles sonoros AQUI

Nenhum comentário: