Ueba^^

Uêba - Os Melhores LinksUm mundo de conteúdoEstá no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!Tedioso: Os melhores links

quarta-feira, janeiro 16

A lenda do menestrel sem orelhas...

Fonte Fonte Fonte Fonte 













Cupinchas! Riso For 
Esta lenda eu li há muitos anos atrás e ao reencontra-la na web, vi que não podia deixar de compartilhar! Riso For 
Só lembrando que é uma história de terror! Riso For  Peço cautela ao lerem...Riso For 

Segue:


Mimi-nashi Hoichi ou o menestrel sem orelhas é um personagem da mitologia Japonesa.
Sua história é bem conhecida no Japão e também no ocidente graças ao livro Kwaidan de Lafcadio Hearn.
Segundo a lenda, Hoichi era um menestrel cego tocador de Biwa, com um excepcional talento com o instrumento.
Era especialmente bom tocando a história de Heike,(Heike Monogatari) um poema épico que conta a história da queda do Imperador Antoku.
Suas melodias eram tão maravilhosas que até mesmo os deuses maus e as entidades choravam ao ouvir-lhe tocando.


Uma noite enquanto tocava no pórtico do Templo, Hoichi foi visitado por um Samurai, que explicou que seu Senhor, um rico e poderoso nobre hospedado ali perto, havia ouvido falar de sua destreza musical e lhe convidava a tocar para ele.
O guerreiro levou o cego Hoichi até o que parecia ser uma luxuosa casa, no qual causou estranheza ao músico, pois não sabia da existência de tal mansão na região.
Na casa, Hoichi foi recebido com entusiasmo, e lhe pediram para que tocasse a história de Heike.


A atuação de Hoichi foi aplaudida pelos presentes, que se desmancharam em elogios sobre ele e sua música e lhe convidaram a voltar na tarde seguinte para continuar tocando.
Antes de ser guiado de volta ao seu Templo, os habitantes da casa lhe advertiram que o Senhor a quem o menestrel havia tocado, estava em uma viajem incógnita, e ele não devia contar a ninguém o que havia acontecido ali.
Durante os dias seguintes, o samurai visitou Hoichi a cada noite e o levou a casa do nobre para tocar.



No entanto, em uma ocasião a ausência de Hoichi foi descoberta por seu amigo, o Sacerdote do Templo Amida, que começou a suspeitar sobre o assunto e ordenou a dois de seus criados que o seguissem na próxima noite.
Quando os improvisados espiões o viram deixar o Templo, aparentemente sozinho, fizeram como ordenado e seguiram com sigilo a Hoichi.
Mas quando este chegou aou seu destino e começou a tocar, a dupla viu boquiaberta que Hoichi estava interpretando sua música no meio do cemitério de Amida, em frente a tumba do Imperador Antoku, e ao seu redor uma infinidade de fogos espectrais volitavam como pálidas velas na noite escura.



Cheios de espanto, os criados o levaram de volta ao Templo sem tempo a perder.
Estranhando a interrupção de seu recital, Hoichi contou a história da noite anterior ao Sacerdote.
Este percebeu que os personagens para o qual o cego tocava eram nada menos que os fantasmas dos Heiki, que haviam encantado a Hoichi e acabariam por levar a sua alma, mesmo que ele seguisse tocando ou não.



Sabendo disso, o Sacerdote formou um plano para salvar o seu amigo.
Pintou todo o corpo do menestrel com sutras em Kanji para lhe proteger e o instruíram para permanecer silencioso e imóvel quando o samurai fantasma voltasse.

Imagem atual de um artista de rua, tocando como o menestrel da lenda


Como se esperava, o espírito veio para buscar Hoichi.
Estranhando por não obter resposta ao chamá-lo, entrou na sala, mas a encontrou vazia.
O corpo de Hoichi se tornara invisível ao fantasma, graças as escrituras sagradas pintadas na sua pele, que o protegiam do olhar do Samurai espectral.


No entanto, o Sacerdote havia esquecido de pintar as orelhas de Hoichi, e estas eram as únicas partes que o fantasma podia ver.
Indeciso ao ver o par de orelhas suspensas noa ar e desejando cumprir com as ordens de levar o menestrel a presença de seu Amo, o Samurai as cortou com a sua espada e as levou ao seu Senhor como prova de que havia sido a única porção do poeta que estava disponível.

Representação teatral (Wiki)
Quando o fantasma se foi, Hoichi seguia paralisado de terror, apesar do sangue que brotava de onde antes estavam as suas orelhas e escorria por seus ombros. Quando o Sacerdote voltou, se deu conta consternado do erro que havia cometido, e curou as feridas do menestrel. Apesar da experiência, Hoichi havia sido libertado do feitiço dos fantasmas e com o tempo, se converteu em um dos músicos mais famosos do Japão.





As imagens (Sem legenda) que ilustram esta postagem? Riso For 
São de uma visita do rocketnews24 ao Templo Amida, que apesar do menestrel ser um personagem de uma lenda, o Templo existe e homenageia o mitológico poeta. Riso For 

Vídeo da visita:



Gostou? Riso For  Curte! Riso For 

Não gostou? Riso For  Não ué? Riso For 

Abrax^^

Assinatura: Não vá embora ainda!Passe na página inicial AQUI e confira outros posts!
Os emoticons espalhados pelo blog são sonoros, clique neles mas cuidado com o volume!
Lista de todos os Smyles sonoros AQUI

3 comentários:

Evandro Henrique Espirito Santo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Evandro Henrique Espirito Santo disse...

Muito legal

Rus mea disse...


Arigatou pelo comment^^

Abrax^^