Ueba^^

Uêba - Os Melhores LinksUm mundo de conteúdoEstá no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!Tedioso: Os melhores links

quinta-feira, novembro 15

Métodos e ferramentas de tortura Japonesas...


Fonte Fonte
Fonte Fonte
Fonte Fonte
Fonte Fonte
Ultra-help-wiki


Cupinchas...Passei mal ao pesquisar para este post...O que tem de imagem podre envolvendo essas torturas Japonesas...Riso For  My God! Riso For  Tenso véi! Riso For 

Os métodos e os poucos instrumentos aqui descritos, se devem muito a que no Japão Feudal, a tortura não era refinada como na Europa, e tinham um ar mais para linchamento e improviso.


A maioria dos métodos são técnicas em amarrar o prisioneiro, muito pela intenção de imobilizar e manter o sujeito vivo, tanto que daí nasceu uma tipo de arte em dar nós o "Kinbaku", hoje amplamente utilizada em fetiches bondage (relacionado com sado-masoquismo. Espero não estar ofendendo nenhum adepto com estes termos...)


Já os instrumentos, ficaram mais concentrados em execuções, que ficará para uma próxima matéria.
Naturalmente que esta é uma lista mais ou menos resumida e eu suprimi as imagens intencionalmente. Os textos foram traduzidos das fontes com adição de algumas palavras minhas.
Que fique claro que minha intenção é meramente compartilhar conhecimentos e não criar polêmicas. Riso For 

Segue:


Ishidaki

Como mostra as imagens, consistia de um estrado (Semêdai) pontiagudo de madeira onde colocavam o prisioneiro ajoelhado e pedras sobre as suas pernas que tinham o peso gradualmente aumentado.
Esse método de tortura foi usado no período Edo para forçar o individuo a confessar.



Ebizemê

Dizem que tem esse nome devido ao individuo amarrado desse modo, parecer com um Ebi=camarão. Outra teoria diz que o sujeito após algum tempo começava a ficar vermelho, o fato é que após meia hora amarrado e jogado na cela nessa posição, o preso sentia dores terríveis, agravados pelos açoites com varas de bambu. O motivo do uso é o mesmo acima, arrancar confissões. Também usada no período Edo.



Irêzumi

Tatuagem. Talvez uma das origens das tatuagens da máfia Japonesa...? Réus primários, ou crimes leves eram punidos com tatuagens. A reincidência era punida com a morte por decapitação.
Nezumikozou o "Robin Wood" Japonês da outra postagem aqui do blog, também foi tatuado como ladrão.


Shiôzemê

É um tipo de tortura que consiste em ferir o preso com lâminas e passar sal nas feridas.
Quem sofreu esta tortura foi o famoso Nezumi kozou (Matéria traduzida aqui no blog) que chegou a desmaiar de tanta dor.




Surugadoi

Como mostra a imagem, consiste em amarrar e pendurar a pessoa e sobre as suas costas são colocadas pedras gradualmente e ainda rodavam o preso.




Chida,Muchiuchi ou Goumon tataki 

Açoite. Quase todas as torturas começavam com o preso sendo chicoteado. Também era usado para forçar o condenado a confessar seus crimes.



Tsurizemê

Pelas imagens, se pode ter uma ideia. Consiste em pendurar o sujeito e geralmente açoitá-lo, ou banhá-lo com água gelada. O preso ficava na altura de um palmo do chão, no qual, contam que ao cabo de algumas horas, escorria sangue pelos pés do individuo. Existiam e existem vários modos de amarrar e pendurar uma pessoa, justamente para evitar ou não uma morte rápida.




Mizuzemê

O método antigo consistia em pendurar e açoitar o preso enquanto ele rodava na corda, logo em seguida mergulhar o preso n'água, para novamente repetir o processo. O Rusmea aqui quase esquece de mencionar que esse método além de ser usado para se obter confissões, também era um castigo como forma de pagamento de alguma dívida de bens, honra etc. Após a tortura o devedor quitava suas dívidas. (Se não morresse no processo é claro...)



Mizuzemê 2

Já o método moderno, foi amplamente usado pelo exército Japonês na Segunda Guerra Mundial.
Consistia de um pano no rosto do prisioneiro e sobre ele vertiam água com uma mangueira.
Eu li sobre ex-prisioneiros aliados, que quando na Birmânia sofreram essa tortura. Contam que era a coisa mais desesperadora jamais imaginada. Ao tentarem respirar, só vinha água...Por sua vez, um soldado tradutor japonês que assistiu a essas torturas, disse ser horripilante de ver a barriga inchar de água do pobre condenado...



Mokubazemê

Único instrumento bastante familiar da lista. Idêntico ao modelo Europeu, consiste em colocar o prisioneiro amarrado ou melhor, prisioneira, já que era maiormente usado para torturar mulheres, sobre esse cavalete de madeira e infringir-lhe açoites e/ou humilhações.




Ashikase ou Houkijiri

Algemas para pés ou mãos. Seria apenas um acessório se não fosse pelas varas de bambu enroladas com linho, (Em outro post eu conto sobre esse linho) que eram para bater no condenado.




Fumi-ê

Não exatamente um instrumento de tortura, mas infringia um aflição psicológica que se pode dizer que era uma tortura a Cristãos perseguidos pelo regime shogunato.
Consistia em pisar em um desenho de Jesus ou Maria com o objetivo de descobrir quem era Cristão. Os que se negassem a pisar, seriam torturados com vários dos métodos descritos aqui e depois decapitados.
Curiosamente, os Cristãos que pisaram em Jesus, sobreviveram e escondidos, puderam professar a sua Fé, se tornando de certo modo os verdadeiros Cristãos que fundaram e mantiveram o Cristianismo no Japão.
No inicio eram usados desenhos em papel, mas devido ao desgaste, foram introduzidos imagens em madeira ou metal.


Abrax...

Assinatura: Não vá embora ainda!Passe na página inicial AQUI e confira outros posts!
Os emoticons espalhados pelo blog são sonoros, clique neles mas cuidado com o volume!
Lista de todos os Smyles sonoros AQUI

Nenhum comentário: